Audiência sobre devolução de Viracopos acontece nesta quinta-feira

Audiência sobre devolução de Viracopos acontece nesta quinta-feira

26 de setembro de 2017 0 comentários

 

A audiência pública para debater a devolução da concessão do Aeroporto de Viracopos ao governo Federal acontece nesta próxima quinta-feira, 28. Solicitada pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB/SP) na Comissão de Viação e Transportes, a conferência será realizada às 10h, no Plenário 11.

No dia 28 de julho, o Consórcio Aeroportos Brasil, que administra Viracopos, em Campinas (SP), anunciou a desistência da concessão com a alegação de dívidas e baixo movimento do terminal.

Para Macris, existem inúmeras dúvidas e sérias consequências sobre a decisão. “Há muitos investimentos na Região Metropolitana de Campinas motivados pela concessão. Desta maneira, temos que ter o conhecimento do que poderá acontecer para o governo, para as empresas, funcionários e para a população”, disse.

O parlamentar explica que o debate servirá para esclarecer quais serão os caminhos a seguir; como se dará a relicitação; como ficarão as empresas de passageiros e cargas e como a população será atendida; se a Infraero participará da próxima licitação; e se haverá prejuízos para os municípios da Região Metropolitana de Campinas.

“Esse é um assunto fundamental para o Estado de São Paulo e, também, para todo o País”, considera Macris.

 

Convidados

Foram chamados para a audiência o Ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa; o secretário do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República; a Infraero; a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC); o prefeito de Campinas, Jonas Donizette; o diretor do Consórcio Aeroportos Brasil; representantes das empresas de passageiros e cargas de Viracopos; e o economista da Unicamp, Pedro Paulo Bastos.

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.