Coleta de esgoto ficará mais rápida em Valinhos

Coleta de esgoto ficará mais rápida em Valinhos

3 de julho de 2016 0 comentários

DAEV mudará estrutura e a previsão é que a troca esteja terminada em dois meses

A Prefeitura, por meio do Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos – DAEV, deu início na última segunda-feira, 26/6, à substituição da coletora de esgoto da Avenida Albertina de Castro Prado, no bairro Capuava.  Segundo o DAEV, as obras são necessárias para aumentar a velocidade de captação do material bruto que sai de 91% da área urbana da cidade. O material então é enviado para a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE Capuava, onde é 100% tratado. Serão investidos cerca de R$ 929 mil nas intervenções, cuja verba veio do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, do Governo Federal. A previsão é que a troca seja terminada em dois meses.

De acordo com a área do DAEV responsável pelas obras, o procedimento foi feito para aproveitar a intervenção da Rota das Bandeiras no Ribeirão Pinheiros. A rede coletora de esgoto da Avenida Albertina de Castro Prado passa embaixo da calçada paralela ao ribeirão. “Por causa da canalização do Ribeirão Pinheiros teríamos de fazer alterações no interceptor do esgoto. Vamos aproveitar e fazer a troca da estrutura por onde passa o esgoto bruto”, afirmou Eduardo Bottura, diretor do Departamento de Planejamento, Obras e Fiscalização do DAEV.

Material – A nova rede coletora de esgoto, feita de concreto armado, tem um metro de diâmetro. A estrutura anterior, embora também produzida com concreto, tinha apenas 80 centímetros de diâmetro. O resultado disso é que aumentará a capacidade de transporte do esgoto bruto para ser tratado na ETE Capuava.

Canalização – A intervenção no Ribeirão dos Pinheiros faz parte de um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, firmado em 2008 entre o Ministério Público, o Governo do Estado de São Paulo e a Desenvolvimento Rodoviário S.A – Dersa para garantir a compensação ambiental por conta da construção do trecho leste do Anel Viário José Roberto Magalhães Teixeira – SP-083, que liga as rodovias D. Pedro – SP-065 e Anhanguera – SP-330. Com a privatização das estradas, a Rota das Bandeiras assumiu a responsabilidade de cumprir o TAC.

 

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.