Local de exame para obtenção da CNH muda e 90% reprovam

Local de exame para obtenção da CNH muda e 90% reprovam

2 de junho de 2017 1 comentário

“Ninguém esperava por uma baliza na descida”, reclama aluna sobre o lugar determinado pelo DETRAN

Na manhã da última terça-feira, 30/05, ocorreram os exames práticos para a obtenção da Carteira Nacional de habilitação (CNH). A prova, que antes era realizada no estacionamento da frente do Cemitério Municipal São João Batista, pela primeira vez, foi realizado próximo ao Supermercado Zarelli, no bairro São Marcos. A reportagem recebeu reclamações de pessoas que fizeram o exame, que disseram ter se sentido lesadas pelo novo local da prova. Instrutores também reivindicaram a escolha do Parque, afirmando não concordar com a decisão da municipalidade e do DETRAN.

A mudança no local em que as provas seriam aplicadas foi divulgada em março pela Prefeitura, mas a área indicada seria o Parque Municipal Monsenhor Bruno Nardini, onde ocorre a Festa do Figo. A alteração foi justificada por proporcionar mais conforto aos futuros condutores, pois lá havia banheiros e sombras. Para a surpresa das Auto Escolas e dos que iriam realizar o exame, o novo espaço, anunciado pouco antes da data marcada, foi no bairro São Marcos, em condições diferentes do anterior, o que fez com que os alunos se sentissem despreparados e sem condições de fazer uma boa pontuação, já que não haviam praticado a baliza em ladeiras nas aulas práticas.

O instrutor e proprietário da Auto Escola Universo, Sandro Costa, afirma que apenas ficou sabendo que o exame seria no São Marcos quando deu entrada nos exames dos alunos, 12 dias antes da aplicação da prova. De acordo com ele, a Prefeitura havia autorizado a mudança para o Parque, mas o DETRAN não aceitou e passou a procurar um novo local. Com menos de duas semanas da data marcada para o exame, foi avisado do local determinado por eles.

T.M., uma das alunas que realizou o exame prático para a obtenção da CNH na última quarta-feira, afirma que foi prejudicada pela mudança repentina e pelas condições do novo lugar escolhido. Muitas pessoas, segundo as fontes, tiveram que pagar aulas adicionais para aprender as manobras em terreno parecido com o da prova. Isso porque algumas pessoas já haviam terminado de fazer as aulas práticas quando a mudança foi anunciada e haviam apenas treinado em locais planos.

“Ninguém esperava por uma baliza na descida, ou uma prova de moto numa ladeira”, afirma a aluna. “Eu cheguei a pagar uma aula um dia antes, na segunda-feira, mas não conseguimos treinar em uma descida, até porque não podemos sair montando baliza em qualquer local, visto que já temos um local para treino. Então eu e quase todos os alunos de ontem não treinamos no mesmo modelo do local”, completa.

Segundo Roberto, proprietário da autoescola Amigos, o normal é que cerca de 20% dos que fazem o exame reprovem. Desta vez, 90% dos alunos reprovaram.

A revolta foi tamanha que os alunos que se sentiram lesados ou prejudicados pela mudança de local da prova fizeram um questionário para ser respondido pelos participantes e ajudar a agrupar as reivindicações. A reportagem tentou contato com o DETRAN Valinhos, mas, até o fechamento desta edição, não obteve sucesso.

 

1 comentário até agora

Ir para uma conversa
  1. Moraes
    #1 Moraes 3 junho, 2017 , 16:59

    Qual o problema de fazer baliza em decida, o cidadão não está preparado, pensa que o número mínimo de aula é uma receita de bolo. Nenhum instrutor prepara um cidadão a dirigir em 17 aulas, pois as restantes são ministradas em simulador.
    A questão é o aluno quer tirar a CNH e não aprender.

    Responder este comentário

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.