Coordenadoria do Terceiro Setor começa a definir diretrizes de ações de trabalho

Coordenadoria do Terceiro Setor começa a definir diretrizes de ações de trabalho

1 de setembro de 2017 0 comentários

Órgão funcionará com cinco membros indicados pela Asserutil

A Coordenadoria do Terceiro Setor, instituída no início da administração, promoveu sua primeira reunião na segunda-feira (28), no Gabinete da vice-prefeita, Laís Helena. O objetivo foi traçar diretrizes para as futuras ações envolvendo as entidades das mais diversas áreas da cidade, além de conhecer seus integrantes.

O órgão, coordenado por Paulo Alberto de Andrade, está subordinado ao Gabinete da vice-prefeita. A função prioritária da Coordenadoria é dar apoio e implantar políticas públicas de apoio a ONGs (Organização Não-Governamental), associações e entidades privadas sem fins lucrativos de Valinhos, envolvendo áreas de Saúde, Pública, Assistência Social, Habitação, Educação, Meio Ambiente e Transporte Público, entre outros. “É um trabalho bastante amplo”, reforça a vice-prefeita.

Neste primeiro encontro, os representantes do Conselho já apresentaram algumas ideias viáveis para a cidade, como a revitalização de comunidades, realização de palestras e gincanas, com a colaboração das secretarias. “A participação de todas as secretarias é extremamente importante para impulsionar a Coordenadoria. Quem ganhará com estas ações será a população”, afirmou.

Para o coordenador do órgão, a primeira reunião foi bastante satisfatória. “Este encontro é a primeira ação. A Coordenadoria tem como missão congregar e escutar as entidades. O foco é resolver as demandas existentes”, disse Andrade. O grupo se reunirá na próxima terça-feira (5), às 10 horas. Em seguida receberão o secretário de Transportes e Trânsito, Mauro Haddad, para desenvolver campanha para o trânsito. 

Composição – A Coordenadoria do Terceiro Setor é composta por Fabiano Pitarelo, do grupo Escoteiros Valinhos 252; Roselaine Aparecida Baldacin Polato, do grupo Os Pelegrinos; e da advogada Priscila Lobato Campano, que representará a sociedade civil, além do coordenador.

Todos foram indicados pelo Conselho Consultivo da Asserutil (Associação das Entidades Assistenciais de Valinhos). A associação fará mais uma indicação, uma vez que o órgão deve funcionar com cinco representantes.

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.