Guarda Civil apreende 5 menores vandalizando escola em Valinhos

Guarda Civil apreende 5 menores vandalizando escola em Valinhos

22 de novembro de 2017 0 comentários

Grupo tinha quatro crianças de 8 a 12 anos e um adolescente de 16. Todos prestaram depoimentos na delegacia e foram liberados com os responsáveis

Um grupo de cinco menores foi apreendido pela Guarda Civil Municipal de Valinhos praticando atos de vandalismo na escola inacabada do Parque dos Cocais na noite da última segunda-feira (20). Os meninos, de 8, 10 (dois), 12 e 16 anos, foram levados para a Delegacia, prestaram depoimentos e acabaram liberados para voltar para casa com os pais.

Os dois mais velhos – 16 e 12 anos – terão os processos encaminhados para o promotor de Justiça da Vara da Infância e Juventude de Valinhos. Os outros três vão responder diretamente ao juiz da Infância e Juventude por serem menores de 12 anos.

9752bc23-c881-424a-85c4-d038e495dfb1

A escola no Parque dos Cocais nunca foi inaugurada. A obra, iniciada em 2015, foi paralisada em 2016. O atual governo, que assumiu em janeiro de 2017, está concluindo uma parceria com a iniciativa privada para finalizar a construção e entregar a escola em funcionamento em 2019. Quando inaugurada, será a maior unidade de ensino do Município.

Enquanto os detalhes do processo de retomada da obra são resolvidos, a Secretaria de Defesa do Cidadão determinou que a Guarda fizesse rondas no local para evitar invasões e identificar responsáveis por atos de vandalismo. O prédio, no entanto, já foi bastante danificado.

Na Delegacia, quatro dos garotos, com seus responsáveis, negaram a prática de vandalismo e afirmaram que apenas invadiram o prédio da escola. Apenas um deles confessou a destruição. Segundo ele, o grupo entrou para “quebrar o que encontrasse pela frente”. Portas, paredes, lousas de salas de aulas e diversos vidros foram destruídos durante a ação.

A Guarda Civil vai continuar fazendo patrulhamento no entorno da escola para garantir que ela fique livre de atos de vandalismo enquanto o Município negocia a retomada da obra. Em caso de algum morador identificar movimentação suspeita no prédio ou ao seu redor, pode ligar para o telefone 153 e informar a Guarda Civil – o nome do denunciante permanece no anonimato.

fa439e5f-ac9f-43f8-af3a-a44ad6fede46


Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.