Quatro passos para ter mais dinheiro em 2017

Quatro passos para ter mais dinheiro em 2017

3 de janeiro de 2017 0 comentários

A chave, segundo especialistas, é capitalizar e manter o controle financeiro

2017 acaba de começar e, com ele, a esperança de um ano financeiramente estável e confortável nas casas brasileiras. O JTV elaborou, em cima desse desejo, uma lista de quatro principais coisas que você deve fazer para passar um ano tranquilo e não perder o controle das finanças. Confira:

 

1) Encarar as dívidas e organizar-se para quitá-las

Levante suas dívidas, incluindo as pendências com amigos e familiares. Dê prioridade para quitar as de menor valor, que podem ser liquidadas de uma vez só. Caso não possa pagar imediatamente, estabeleça um prazo possível para a quitação da dívida e foque nele.

É importante informar ao credor sobre seu plano de quitar a dívida. Quanto ao banco, tente renegociar o método de pagamento e fazer um acordo que não vá afogar as contas do mês.

 2) Entender ganhos e gastos

Para poupar dinheiro, é essencial que se saiba para onde ele vai. Toda família tem excessos, mas sempre é possível diminuí-los e controla-los. Entretanto, cortar gastos aleatoriamente não é saudável e não costuma funcionar. Existem, hoje em dia, planilhas e aplicativos para Smartphone que são extremamente eficientes e fáceis de se utilizar.

3) Procurar e conhecer novas fontes de renda

Se mesmo depois de cortar os gastos excessivos as contas ainda não fecharem no final do mês, é hora de procurar fontes alternativas de renda. Na maiora das vezes não é necessária a troca de emprego ou redirecionamento da carreira. A solução pode ser bem mais simples: vender coisas usadas, por exemplo.

4) Investir: possibilitar uma reserva de dinheiro

Em 2017, especialistas recomendam evitar se descapitalizar e manter o maior valor possível investido. É preciso cautela para encarar a incerteza econômica que está por vir.

Capitalizar é a chave e, para isso, pode ser uma estratégia aproveitar os juros altos dos  investimentos de renda fixa, os mais seguros do mercado.

Se você ainda não investe em nenhuma aplicação financeira, o primeiro passo é guardar um dinheiro para emergências. A recomendação é ter o equivalente a entre três e seis salários investidos, para caso você perca o emprego ou algum outro imprevisto aconteça.

Depois de construir a reserva de emergência, invista para realizar sonhos de médio prazo, como uma viagem ou a compra de um carro, e de longo prazo, como a aposentadoria.

 

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.