Santa Casa suspende cirurgias por falta de dinheiro

Santa Casa suspende cirurgias por falta de dinheiro

28 de outubro de 2016 0 comentários

Prefeitura diminuiu o valor do repasse e isso afetou diretamente o atendimento à população

Uma postagem no Facebook, na qual uma paciente reclamava não ter conseguido agendar sua cirurgia na Santa Casa de Valinhos, uma vez que o agendamento estava suspenso por falta de repasse de verbas da Prefeitura da cidade, trouxe à tona a grave situação financeira pela qual passa a Irmandade.

Na comunicação internada da Santa Casa, é avisado que a partir do dia 31 de outubro todas as cirurgias estarão canceladas, pedindo que, inclusive, as cirurgias já agendadas para datas posteriores ao prazo fossem canceladas.

Em contato com o hospital, foi informado que a dívida da instituição está em torno dos R$ 50 milhões, entre impostos atrasados e outras despesas. E que esse montante se deve ao fato de que não houve nenhum reajuste nos valores repassados pelos governos Estadual e Federal.

No entanto, continua a explicação, o município repassou, até setembro, R$ 1,5 milhão todos os meses, o que garantia o atendimento e a realização dos procedimentos. Porém, em outubro, o valor do repasse ficou em R$ 600 mil. Com isso, a medida emergencial tomada em conjunto pela Provedoria, Diretoria Clínica e Superintendência da Santa Casa de Valinhos foi suspender as cirurgias eletivas, procedimentos esses que são agendados e não levam riscos aos pacientes, sendo o comunicado.

A Irmandade faz questão de ressaltar que os atendimentos e emergência continuam apesar de todas as dificuldades. Até quando isso prosseguirá não é uma incógnita. O fato é que a Saúde de Valinhos pode estar passando pela maior crise de sua história.

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.