Você conhece o sistema GOL na psicologia?

Você conhece o sistema GOL na psicologia?

26 de agosto de 2017 0 comentários

Marta Bartira Meirelles dos Santos disserta sobre o tema e explica seus benefícios

Marta Bartira Meirelles dos Santos é Psicóloga social, mestra em Psicologia Social PUC/SP e doutoranda UNICAMP.  Há mais de 20 anos sistematiza a Tecnologia sistêmica GOL (Grupo Operativo Lúdico), que gera mudança de comportamento com foco na Autoestima da Mulher.

Há 14 anos a Prefeitura de Valinhos tem sido um espaço privilegiado para o ensino-aprendizagem deste sistema em psicologia social. Atualmente trabalha no Centro de Doenças Infectocontagiosas (CEDIC) e no Centro de Estudo e Treinamento em Saúde (CETS) vinculados a Diretoria da Saúde Coletiva da Secretaria da Saúde de Valinhos.

JTV: O Dia do Psicólogo é comemorado no próximo dia 27. Fale um pouco sobre os desafios e conquistas enfrentadas na área da psicologia?

R: Já chegamos a quase 300 mil psicólogas (os) no Brasil em 55 anos de regulamentação da profissão. No começo da profissão, no País, a psicologia era uma ciência  que gerava mudanças positivas para a população da classe média e alta pois a maioria das psicólogas(os) atuavam em consultório particular.

Hoje as psicólogas(os) ampliaram seu campo de atuação. Estamos no Sistema Único da Saúde (SUS) o que inclui também a Rede de Saúde Mental que conta com diversos Centros de Atenção Psicossocial – CAPS em suas diferentes modalidades: adultos, adolescentes, crianças e pessoas com problema no uso de álcool e drogas. Estamos também no Sistema Único da Assistência Social (SUAS): CRAS e CREAS, no sistema judiciário, no transporte, nos esportes e nas ONGs entre outros setores.

JTV: Como especialista na Tecnologia sistêmica GOL (Grupo Operativo Lúdico), diga como ela foi sendo moldada e como ela funciona.

R: A Tecnologia Sistêmica GOL nasceu de várias necessidades. Uma delas foi afirmar as competências e autoestima brasileiras o que pressupõe reconhecer e valorizar nossas origens indígenas e negras, Tupinagô! Com este ideal e com a base interdisciplinar do sistema GOL- psicologia social (Enrique Pichon-Rivière 1907-1977), educação (Paulo Freire 1921-1997) e dança (Rudolf Laban 1879-1958) – implantamos, junto com gestoras e colegas, o Sistema de Treinamento e Desenvolvimento Organizacional na Secretaria da Saúde de 1999 a 2004. Hoje nosso foco se restringiu. Acredito que a maturidade me deixou menos pretensiosa. Hoje o foco que me motiva muito é a nossa autoestima feminina!

O GOL é um sistema, presencial e online, que se utiliza da linguagem verbal e não verbal no processo de aprendizagem em grupo para mudança de comportamento. Por ex: na palestra “Dores e Delícias da Mulher Brasileira” apresento estratégias para diminuir a correria e a sobrecarga das mulheres. Fazemos exercícios de respiração e apresento duas convidadas, personagens lúdicas, para estimular, de forma leve e consistente, novas possibilidades de comunicação mais harmônicas para as mulheres.

Esta tecnologia aperfeiçoa a saúde mental, a qualidade de vida integral e a produtividade. Como isso é possível?

Saúde mental, qualidade de vida integral e produtividade são conceitos interrelacionados. O conceito de Qualidade de Vida Integral incorpora tanto a saúde mental como a saúde profissional/produtividade.

Na prática desta técnica, após discutirmos sobre os conceitos de saúdes: mental e profissional/produtividade, fazemos um exercício no qual a mulher dá uma nota, de 0 a 10, nessas áreas. A partir desta avaliação, reflete-se e tomam-se decisões para aumentar este score ou mantê-lo. É possível, se houver desejo verdadeiro, ir monitorando este desenvolvimento para evoluir no nível de qualidade de vida integral. A tecnologia GOL é uma das tantas ferramentas disponíveis no mercado do desenvolvimento humano e social.

Como o ser humano pode aprender comportamentos a favor da qualidade de Vida Integral e Produtividade?

Ótima pergunta! Nestes últimos 20 anos tenho percebido tanto em mim como nos diversos clientes e pessoas que convivo que o primeiro passo para a Qualidade de Vida Integral é se sentir MERECEDOR(A) disto. Precisamos acreditar no fundo da alma que podemos viver com mais qualidade. A partir desta crença positiva vamos colocando na agenda diária ações concretas para fluir com o merecimento de viver bem de forma integrada! Às vezes, a necessidade é tirar da agenda tanta atividade e ficar de bobeira rs! Curtir o Tempo Livre!

No processo de aprendizagem sobre Qualidade de Vida Integral vale também ter um olhar crítico e compassivo (porém pró-ativo) da realidade social capitalista, consumista, individualista e estressante. Este contexto coletivo, muitas vezes, nos pressiona e nos aprisiona, de forma consciente e inconsciente, em um viver robotizado, angustiado e com pouco significado. Estas influências negativas externas podem também ser variáveis para gerar a grande quantidade de adoecimentos físicos e mentais que temos vivido nos últimos tempos.

E a produtividade? Como o ser humano pode aprender comportamentos a favor da produtividade?

Uma primeira dica é fortalecer e investir em autoconhecimento e autoestima das pessoas. Quando sabemos o que nos motiva produzimos, criamos, com mais qualidade e amor! Quando a pessoa produz sem significado pessoal e sem reconhecimento social/financeiro sabemos como será a qualidade do serviço entre outros prejuízos. Ruim! Valorize-se, valorize seus empregados/ parceiros! Mostre seus resultados, dialogue, escute, recrie em conjunto!

Quem quiser entrar em contato com a psicóloga entrevista pode ligar no telefone (19) 9 9612-7140 ou enviar e-mail para mb@martabartira.com.br.

Nenhum comentário até o momento

Ir para uma conversa

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Seus dados estarão seguros!O seu endereço de e-mail não será publicado. Também outros dados não serão compartilhados com terceiros.