PREFEITO: INDSAT

E repercutiu por toda Valinhos a pesquisa do instituto INDSAT, que referiu colocação do Prefeito Orestes Previtale com o menor índice de popularidade das cidades da Região Metropolitana de Campinas.

Na verdade, nem precisaria pesquisa de instituto para saber a quantas andam a administração de Previtale.

Basta olhar a cidade de Valinhos, centro e bairros, e constatar que a cidade não vai bem e falta muito para se ter o mínimo aceitável de organização e cuidado para com a cidade. Realmente falta gestão.

MEDICAMENTOS

E por falar em falta de gestão, a Secretaria da Saúde, é uma das que mais empurram a Administração do atual prefeito para baixo. A Secretaria é desorganizada, não dá respostas à população, e a coisa nunca foi tão morosa como se vê atualmente.

Um dos exemplos desta falta de gestão é a questão “insolúvel” da falta de medicamentos. Licitação após licitação, a “gestão” atual não consegue regular os estoques e ainda diz “que é normal faltar itens” no quesito medicamentos.

MEDICAMENTOS II

Esta semana, repercutiu ainda nas redes sociais, a falta do medicamento “quetiapina”, utilizado para tratamento de problemas mentais. O medicamento é caro, e segundo munícipes, a prefeitura não dá resposta positiva, obrigando pessoas sem condições financeiras, a ficarem desprovidos da medicação, com risco de surto por abstinência da medicação.

MEDICAMENTOS III

Se a medicação é de alto custo e da responsabilidade do Estado, não importa. O que importa é que as pessoas vivem nos municípios e com a saúde municipalizada, não adianta a Prefeitura querer empurrar responsabilidade para quem quer que seja. Durma-se com um barulho destes.

ELEIÇÕES À VISTA

Perguntado sobre a política atual do país, em entrevista na Rádio Valinhos FM no último dia 24.07, o vereador Mauro Penido (PPS) respondeu que é preciso ver “quem é melhor”, para não eleger estes políticos bandidos e ligados à corrupção.

Verdade, não dá mais para eleger políticos que barganham por cargos, trocam-trocam de partido, e o povo que mais precisa, e quem os elegeu, que se lixem.

ELEIÇÕES À VISTA II

E lembrando o eleitor de Valinhos, neste mês de outubro, o povo terá que escolher o Presidente do Brasil, Deputados Federais, Deputados Estaduais, Senadores e Governador do Estado. O negócio é ficar de olho e não votar em qualquer um.

Pra ter idéia de como a coisa ta feia, tem até candidato “preso” tentando registrar candidatura. Tá achando que o povo é besta…

VALINHOS CIDADE FELIZ

E a Revista Bula divulgou esta semana uma pesquisa que elegeu os 20 municípios mais felizes do Brasil, levando em consideração critérios como qualidade de vida, segurança e estabilidade financeira.

Juntamente com Valinhos, Vinhedo e Jundiaí, as demais cidades elencadas na pesquisa como “Cidade Feliz”, são: Águas de São Pedro, Araraquara, Americana, Botucatu, Marília, Presidente Prudente, São Caetano e Santos (SP): Brusque, Balneário Camboriú, Blumenau e Joaçaba (SC): Carlos Barbosa (RS); Fernando de Noronha (PE); Itajubá (MG); Maringá (PR); e Vila Velha (ES).

VALINHOS CIDADE FELIZ II

Realmente Valinhos é sempre destaque em pesquisas, na mídia e as pessoas que visitam a cidade, se encantam com nossos recursos, nosso comércio, nossas vias de acesso e nossa estrutura.

É uma pena, que a Administração atual com uma gestão pífia e sem graça, para não dizer de competência duvidosa, não colabore em nada para que Valinhos seja uma cidade “ainda mais feliz”. Que pena!

CÂMARA EM FOCO

E a Câmara Municipal em breve recomeça suas atividades do segundo semestre e já nos corredores se comenta a eleição para “Presidente”, uma vez que o mandato de Israel Scuperano (MDB) à frente da Presidência do Legislativo termina em 31 de dezembro de 2018.

Já alguns nomes aparecem para substituir Scupenaro, e já se fala, entre outros nomes, no nome da vereadora Dalva Berto (MDB), líder do governo na Câmara e que já ocupou a presidência da Casa Legislativa anteriormente.

CÂMARA EM FOCO II

Mas em se tratando da emedebista Berto, ainda há que explicar as pendências jurídicas que cercam o seu nome e o nome do ex-presidente da Câmara, Paulo Montero, onde há apontamentos e questionamentos com relação a Termos Aditivos firmados ainda na construção da atual sede legislativa… Vamos acompanhar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA