Com o início do segundo semestre, provas para ingressar no ensino superior se aproximam

Por Thaís Ferrari

Em homenagem ao Dia do Estudante, datado em 11 de agosto, conversamos com alunos do ensino médio que falam sobre suas rotinas de estudo, orientadas principalmente ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) e aos vestibulares, provas que, dependendo do desempenho, possibilitam o ingresso nas universidades, tanto públicas como privadas.

A estudante do terceiro ano do ensino médio, no Colégio Conhecer em Valinhos, Maria Eduarda, 17, conta que antes estudava 2h por dia, e sempre fazia um reforço na semana anterior às provas, no entanto, tem optado por estudar 1h a mais do que anteriormente, “e sempre chegar e revisar a aula do dia”, explica. Quanto ao ENEM, tem priorizado a preparação para a prova de redação, que acontece no primeiro dia do exame, em 04 de novembro. Além do disso, vai prestar vestibular para UNESP, USP (FUVEST) e Unicamp, pois tem preferência por faculdade pública, tendo o curso de Letras como sua primeira opção. Duda dá ênfase ao ensino do Colégio Conhecer e a disponibilidade de seus professores, sempre dispostos para possíveis dúvidas dos alunos.

Rodrigo Santini Damião, 18, também estudante do terceiro ano do ensino médio, no AESC Objetivo, estuda quatro vezes por semana, e ainda realiza aprofundamento para o vestibular e simulado das provas na própria escola. O aluno ressalta que o colégio oferece apoio significativo neste período, “os professores sempre passam informações sobre os vestibulares, além dos exercícios que treinam conosco em sala de aula. No mural da sala tem as datas de inscrições de muitos vestibulares”, comenta. Sua primeira opção de curso é Publicidade e Propaganda, e ele não tem preferência por universidades públicas.

Alguns estudantes são submetidos às escolhas de seus pais e terceiros, principalmente pela dependência financeira. Contudo, Rodrigo aponta uma experiência pessoal distinta, “tanto os professores quantos os meus pais apoiam você escolher o curso e sua preferência e na faculdade de sua escolha”. Duda destaca o quanto é importante se dedicar para as provas, já que oportunizam o ingresso na graduação, mas em contraponto, lembra que os estudantes devem manter um equilíbrio entre estudos e vida pessoal, “não esquecer que somos jovens, que essa não será a última faculdade a se fazer. Tudo bem fazer cursinho depois do ensino médio, tudo bem não passar de primeira, tudo bem não ter certeza do curso ainda”.

Os estudantes deixam uma mensagem de apoio emocional aos demais colegas, que enfrentam a mesma fase: “Tudo bem não ser como os outros… Não siga aqueles que ordenam, pois é você que terá as consequências de suas escolhas”, enfatiza Duda. E Rodrigo complementa, “muitas pessoas vão ficar colocando pressão sobre você por conta do vestibular, mas você tem apenas que relevar e fazer o seu melhor, os resultados sempre virão. Se você não passar de primeira, continue de cabeça levantada, que a próxima vez vai estar ainda mais preparado”.

ENEM 2018

As provas neste ano acontecem em dois domingos, em 04 e 11 de novembro. No mês de outubro, ainda sem data confirmada, serão divulgados os locais de prova. No dia 04/11, ocorre aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No dia 11/11, aplicação das Provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. No dia 14 do mesmo mês, haverá publicação dos Gabaritos e dos Cadernos de Questões. Outras informações sobre o Exame Nacional do Ensino Médio podem ser conferidas no site https://enem.inep.gov.br/.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA