O promotor Tatsuo Tsukamoto determinou abertura de Inquérito Civil para apurar se os subsídios (salário) percebidos pelo prefeito de Valinhos, Orestes Previtale Júnior, é abusivo, desarrazoado ou lesivo ao patrimônio público, ferindo os princípios constitucionais de modo a ensejar a eventual prática de improbidade administrativa pelo prefeito municipal e vereadores de Valinhos, bem como para apurar se a vigevigê da Lei Municipal que ficou o valor dos subsídios dos agentes políticos está em consonância com a legislação infraconstitucional e com a Constituição Federal.

Veja aqui o documento completo.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA