Playground apresenta perigo para as crianças

Um dos poucos espaços de lazer em Valinhos, a Praça Washington Luiz, está precisando de reparos imediatos em diversos pontos do local. A manutenção é de responsabilidade da Prefeitura Municipal. Segundo informações da assessoria de imprensa oficial, não há uma periodicidade definida quanto aos restauros da praça, e só são realizados de acordo com solicitação do Departamento de Praças e Jardins, da Secretaria de Obras e Serviços Públicos. A manutenção dos banheiros é por parte do Departamento de Manutenção dos Próprios Municipais (DMPM).

Os atuais problemas da praça consistem em detalhes, mas de tamanha gravidade, pois podem causar acidentes às pessoas, e inevitavelmente às crianças. O playground, com itens de plástico, na parte interna do escorregador apresenta pequenos buracos, em que as crianças podem enroscar a roupa ou até mesmo machucar alguma parte do corpo. No mesmo local havia um brinquedo, que hoje não está mais lá, deixando restos da estrutura, com ferros expostos, que sobressaem do chão. Sem contar que em dias chuvosos o espaço para as crianças fica inundado, não havendo condições de uso.

Há buracos espalhados pela praça, até mesmo na passagem de pedestres, sem nenhum tipo de sinalização ou aviso, com ferros aparentes, que podem causar incidentes, além de entulhos acumulados dentro deles. A fonte luminosa, com chafariz, que havia sido revitalizada no final de 2016, quando ocorreu a entrega da praça inteligente (pioneira no Estado), não tem água e nem está funcionando. A municipalidade afirma que nos próximos dias ele será reativado.

Falando em Praça Inteligente, na mesma ocasião, foi anunciado que a Praça Washington Luiz teria Wi-Fi livre para os visitantes, o que não ocorreu na prática. A assessoria da PMV explica que os equipamentos do local, incluindo a distribuição de sinal de internet, foram instalados de maneira inadequada e sem respeitar as normas técnicas do fabricante, “eles ficaram sujeitos às ações do tempo e atualmente estão sem condições de uso. O conserto é inviável financeiramente”, relatam. Ainda de acordo com a Prefeitura, em meados de agosto de 2017 foi feita a reforma dos sanitários e chafariz. Já neste ano, realizaram a substituição das lâmpadas para iluminação de LED, contudo, não houve manutenção efetiva nos últimos meses.

Quanto aos eventos, que antes ocorria o Domingo na Praça e outros, a municipalidade diz que – infelizmente – não existe um cronograma estipulado pela Secretaria de Cultura para às ações no local, apenas o Sarau Praça Nossa a cada dois meses, em que a pasta apoia minimamente, já que são organizados na maior parte pelos jovens entusiastas do movimento. Acontece ainda a Batalha da W.L., também uma iniciativa de jovens, que tem liberação para usar o local, e realizam o evento da cultura hip hop a cada 15 dias nas sextas-feiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA