Os servidores públicos do município de Valinhos afirmam que estão sofrendo um ataque nas suas rendas familiares, haja vista que o Ministério Público declarou ilegal o recebimento de 10 a 20% de adicional de estímulo de aperfeiçoamento, que é pago pela prefeitura há mais de 30 anos.

Os servidores estão indignados com o prefeito Orestes Previtale (PSB), pois este processo já estava correndo há tempos e este tinha conhecimento de que essa decisão poderia ser desfavorável ao funcionalismo público. Revoltados com a situação, os mais de 3 mil servidores estão  indignados com o prefeito, pois o mesmo não antecipou as possíveis perdas salariais.

Em declaração em vídeo postado nas redes sociais, o prefeito informou que nada poderá ser feito, além de recorrer, fato que poderá perdurar por anos.

Os funcionários exigem a resolução do problema, como ocorreu em Louveira (cidade passou pelo mesmo problema), e o prefeito daquela cidade declarou aumento para os servidores para resolver a questão.

Sendo assim, os servidores estão convocando TODOS para participar de uma grande assembleia que terá concentração hoje (24) às 17h na Câmara municipal de Valinhos. Alguns servidores indicam que se a situação perdurar podem ocorrer paralisações.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA