Grupo de mulheres que incentivam a prática esportiva e o bem estar participam de prova no final de semana

Por Alef Gabriel

O coletivo voluntário de mulheres, Musas Runners, busca motivar as integrantes a praticarem atividade física (no caso a corrida e caminhada), superando seus obstáculos e dificuldades, esse grupo participou no final de semana de uma corrida muito especial, a Corrida Mãe Aparecida, no Santuário Nacional de Aparecida. É a segunda vez que as Musas participam dessa corrida e contam para o JTV um pouco dessa experiência.

A corrida

Lucia D’Agostino, 45, e Maria Vanda, 47, fazem parte do grupo Musas Runners e falaram como foi correr no ultimo sábado, 18 de agosto, em Aparecida. “É uma corrida que mexe com a sua parte espiritual, é uma sensação indescritível”, comenta Lucia. “Era o meu sonho desde que entrei no mundo da corrida, fiquei sabendo dessa corrida pelas redes sociais e queria muito fazer, então esse ano eu falei ‘Vamos!’, mas eu não tenho palavras para falar o que foi essa corrida, foi mais do que superação e realizar um sonho, eu fiquei extasiada, como se eu tivesse anestesiada, realmente não tem como explicar”, completa Vanda, estreante nessa prova do Santuário.

O evento aconteceu 20h30 do sábado, contou com 4km corrida ou caminhada e 8km de corrida, as atletas dizem que havia mais de 3 mil corredores e até atletas de outros países que também participaram. Lucia conta que a Secretaria de Esportes e Lazer de Valinhos apoiou o grupo e cedeu o transporte para as corredoras participarem do evento, e ficaram surpreendidas pelo projeto Musas Runners ter sido abraçado pela organização da cidade. Foram 27 mulheres que saíram de Valinhos para participar da corrida em um micro-ônibus.

O projeto que tem fundação em Campinas, está a nível nacional, com mais de 120 corredoras, tendo grupos de Musas em vários estados do Brasil, como Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em Valinhos está sendo iniciado recentemente com Maria Vanda, representante oficial do Musas na cidade,  com treinos no CLT – Ayrton Senna da Silva (Centro de Lazer do Trabalhador), com mais de 20 mulheres. O grupo pretende realizar muitos projetos futuros na cidade, unindo a mulher e o esporte, como a Caminhada da Fé em Valinhos para o ano que vem, e também o projeto Musas com o Pé de Figo, provas e corridas com preços acessíveis, para incentivar as mulheres a saírem do sedentarismo e irem para ruas se exercitarem. O Musas Runner tem o ímpeto de participar de corridas solidárias, como Corrida e Caminhada Mais vida do Boldrini, incentivando o esporte, mas também a solidariedade.

O grupo

Um grupo de amigas, que virou um coletivo de apoio à mulher com o foco no esporte. As integrantes contam sobre superação, vencer a depressão, obesidade ou até mesmo o ato de poder se juntar para praticar corrida sem o medo da violência da nossa sociedade atual. “Nosso treinos são marcados pelo grupo no Whatsapp, temos o grupo com as meninas, mas também existe os dias que a pessoa pode combinar, com horários flexíveis, quando uma pode todas tentam se organizar para treinar juntas, geralmente com treinos durante a semana no CLT (a noite) e de domingo pela cidade de Valinhos. Somos só um grupo de motivadoras, não temos uma parte de comprometimento restrito, é tudo combinado para que todas possam participar”, explica Lucia.

“Nosso objetivo é incentivar a mulherada a sair do sofá, sair do fogão, parar de pensar só em casa, filhos e mostrar para as mulheres que elas podem sair de suas casas e correr, caminhar, fazer academia. Eu Vanda, venci a depressão correndo, e conheço muita gente que venceu também a depressão correndo, venceu a obesidade. A corrida só quem corre, que consegue entender, a sensação é tão boa e tão gostosa depois que você termina uma atividade física, que você quer passar isso para outras pessoas”, finaliza Vanda.

Para conhecer mais do grupo e participar, basta entrar em contato com as integrantes pela página Musa Runners e participar dos grupos para combinar os treinos, seja no CLT em Valinhos ou no Taquaral em Campinas, Jornal Terceira Visão parabeniza as integrantes pelo trabalho e pelo esforço e que mais mulheres se sintam inspiradas com essas histórias e passem a fazer parte do coletivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA