Busto em homenagem ao Monsenhor Bruno Nardini é surripiado na madrugada de sábado

É a segunda vez que um monumento desaparece nas ruas de Valinhos nos últimos 15 dias. No sábado, 22 de setembro, o busto que homenageia o monsenhor Bruno Nardini, instalado no Largo da Matriz, no Centro, foi furtado durante a madrugada.

O monumento ao Monsenhor foi inaugurado em 24 de junho de 1981 segundo o ex-prefeito Luiz Bissoto, e celebrava uma das figuras de grande representatividade para a história da cidade e da Igreja Católica. O religioso foi um dos responsáveis pela criação da Festa do Figo, quase 70 anos atrás, e teve atividade reconhecida como líder da Igreja Católica na região.

O prefeito Orestes Previtale manteve contato com os responsáveis pela investigação e pediu rigor e agilidade para solucionar o caso. Ele disse ter sido informado que há algumas pistas sendo seguidas e que confia numa rápida solução para os dois casos. “É preocupante que em menos de 20 dias tenhamos dois casos semelhantes na cidade. Pedi à Polícia Civil que se empenhe ao máximo para resolver os dois casos e tenho certeza de que é isso que está acontecendo. A Prefeitura vai dar todo o apoio necessário para isso”, disse o prefeito.

Anteriormente ocorreu o primeiro crime, o furto do Monumento aos Imigrantes, próximo à Estação Ferroviária, também no Centro. A Polícia Civil investiga a ligação entre os dois casos, que podem ter sido praticados pelas mesmas pessoas ou grupos.

Questionamos a prefeitura a respeito de circuito de câmeras de segurança ou patrulhamento da guarda e em nota explicou “A Prefeitura tem conhecimento dos furtos e o prefeito Orestes Previtale tem acompanhado pessoalmente as investigações da Polícia Civil, que apura os dois casos. Ele solicitou ainda ao comando da Guarda Civil Municipal que intensifique as rondas no entorno de locais que possuem monumentos semelhantes, como no CACC, onde há uma obra em homenagem a Adoniran Barbosa. Os dois locais onde ocorreram os furtos não possuem câmeras de segurança que possam fornecer imagens que ajudem a elucidar os crimes”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA