Professora diz que o dia da sua profissão é uma data muito importante para refletir sobre a importância da educação na sociedade

Por Alef Gabriel

No dia 15 de outubro, é comemorado o Dia do Professor, data em que se homenageiam os responsáveis pelo desenvolvimento da educação e do conhecimento no país, abrangendo um grupo de profissionais que trabalham desde a educação infantil até o ensino superior. Como todos sabem, trata-se de uma das mais importantes profissões praticadas no mundo, afinal, sem ela, a transmissão de conhecimentos e a correta apreensão destes pelas pessoas não seria possível.

A origem do Dia do Professor se deve ao fato de, na data de 15 de outubro de 1827, o imperador D. Pedro I ter instituído um decreto que criou o Ensino Elementar no Brasil, com a instituição das escolas de primeiras letras em todos os vilarejos e cidades do país.

Mais tarde, em 1963, a data foi oficializada pelo decreto federal nº 52.682, que, em seu art. 3º, diz que “para comemorar condignamente o dia do professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo delas participar os alunos e as famílias”. O responsável por aprovar esse decreto foi o presidente João Goulart.

Entrevistamos a professora Graziela Durães que contou um pouco mais da sua profissão e seus obstáculos. A educadora da rede pública municipal começa explicando de onde veio a inspiração para seguir essa carreira, “Minha maior motivação foi minha prima Cristina, ela era professora do Estado e eu achava incrível quando ela vinha com as provas, material dos alunos, caderneta de notas, isso me encantava e fez com que eu escolhesse seguir a carreira da Educação, antigo Magistério, no CEFAM”.

A educadora comenta que sua família a apoia (e sempre apoiou) na escolha que fez para seguir carreira, mas comenta que assim como em outras profissões, existem seus altos e baixos, porém no geral é feliz com seu trabalho, e completa dizendo que nunca é como imaginamos, entretanto os desafios e o amor pela profissão fazem com que ela e tantos outros não desistam de educar.

Graziela que atualmente dá aula para o 1º ano (alunos de seis anos), na EMEB Dra Yrma de Andrade Fiori no bairro Jardim Universo em Valinhos, conta que existe uma rotina para os dias em sala de aula e as atividades são elaboradas a partir do planejamento trimestral. Embora haja um calendário, a professora comenta sobre sua conexão com os alunos, “Cada dia é uma surpresa, são inocentes e curiosos, tendo que estar aberta e disposta a buscar e “suprir” suas necessidades, havendo uma troca e aprendizado em conjunto”.

A professora também não deixa de apontar os obstáculos enfrentados nessa profissão tão importante e ao mesmo tempo com muitos desafios, “Temos dificuldades tanto físicas (falta de materiais, estrutura física inadequada) quanto emocionais e psicológicas (desvalorização, falta de apoio, número excessivo de alunos, falta de respeito – tanto familiar quanto do governo)”.

O dia do professor é um dia muito importante para categoria de educadores, onde é refletido sobre a importância desse profissional na sociedade. “O professor é fundamental no processo educativo, responsável na formação de cidadãos conscientes. Somos parte do processo desde o início, o professor é o ponto inicial do aprendizado levando o estudante a questionar, inovar, a desenvolver”, explica Graziela, e completa dizendo que deveria ser mais valorizada pelos governantes (salário compatível, estrutura adequada) e família (respeito, valorização, comprometimento, diálogo).

Nós do JTV parabenizamos a todos os professores e professoras da nossa região, que continuam a dar o seu melhor e guiar os alunos no caminho do conhecimento, educação é a base de tudo e será sempre o pilar de qualquer nação. Graziela espera para o futuro, mais respeito e valorização do profissional, onde ele seja visto como peça fundamental na vida do aluno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA