Por Alef Gabriel

David conta uma das missões mais importantes na sua carreira

Dia da Força Aérea Brasileira e do Aviador foi celebrado na última terça-feira, 23 de outubro, e para homenagear essa profissão entrevistamos o Capitão Aviador David Fernando Landenberger, nascido no Rio de Janeiro (RJ) e que hoje trabalha no Centro de Comunicação Social da Aeronáutica. No dia 23 de Outubro de 1906, o brasileiro Alberto Santos Dumont, se tornou o primeiro ser humano a voar. A bordo do 14-Bis, sua criação, Dumont sobrevoou o Campo Bagatelle, na França, que ficou registrado como o inicio de uma grande revolução nos meios de transporte na Terra: o avião.

O que fez você entrar para Força Aérea Brasileira?

Eu tinha o sonho de ser piloto desde pequeno. Meu pai, apesar de não ser piloto, sempre gostou de aviação e me levava nos eventos da Esquadrilha da Fumaça e em aeroclubes. Isso no Rio Grande do Sul. Sempre cresci com a vontade de ser piloto. E a minha mãe comentou que se eu quisesse ser piloto tinha que estudar para entrar na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), em Barbacena. E eu entrei na EPCAR em 2002.

Para quem não conhece, quais são algumas das atividades que você desempenha no seu dia dentro da FAB?

Eu sou piloto de transporte. Formei-me em 2007 e realizei o sonho. Fui para Fortaleza (CE). Fiquei um ano lá me especializando no curso de aviação de transporte e depois fui para Guarulhos (SP). Em São Paulo, integrei o Quarto Esquadrão de Transporte Aéreo (ETA 4), entre 2009 e 2014. No esquadrão, as missões mais marcantes que eu realizei foram as de transporte de órgãos, pois, por estarmos em São Paulo onde há grandes centros médicos e cirurgiões que fazem transplante, nós éramos bastante acionados. Uma das missões mais especiais que eu participei foi quando nós tivemos que fazer o transporte de um órgão no dia 25 de dezembro de 2009. Tivemos a oportunidade de captar e entregar um presente de natal para alguém.

Nessa data em homenagem a sua profissão, o reconhecimento é uma peça importante para quem serve o país?

Sim. Eu acredito que nós temos o reconhecimento da população não só nessa data como também todos os dias. E nós conseguimos perceber mais esse fator especialmente durante os eventos de Portões Abertos ou eventos sociais, nos quais nós temos uma interação maior com a população.

No seu ponto de vista, qual importância da FAB atualmente para o nosso país?

A importância da FAB para o País: A Força Aérea Brasileira tem a missão de controlar, defender e integrar um território de 22 milhões de km². Dentro dessa missão a FAB está presente no dia a dia dos brasileiros em diversos momentos. Por exemplo, quando a FAB auxilia no transporte de insumos a comunidades isoladas no País e ajuda a população em momentos de desastres naturais. Além disso, a FAB realiza diariamente a defesa aérea com intuito de manter a soberania do espaço aéreo.

Qual conselho ou mensagem você gostaria de deixar para aqueles que admiram o trabalho da FAB nessa data especial?

Conselho para quem quer ser piloto: Não desistir do sonho e estudar bastante e cedo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA