Professor de musculação da Secretaria de Esportes e Lazer, idealizador do projeto Musculação Ao Ar Livre (MAAL), Marcos Antônio Lopes, participando do ‘X Encontro de Atividade Física e Saúde’

Marcos Antônio Lopes integrou a mesa redonda do evento na UNESP

Por Thaís Ferrari

Nos últimos dias 24 e 25 de outubro ocorreu o ‘X Encontro de Atividade Física e Saúde’ na UNESP, em Rio Claro, mais o ‘I Fórum Movimento para Tod@s’, com o tema “Exercitar-se mais: Motivadores à Atividade Física e combate à obesidade e comportamento sedentário”. O professor de musculação da Secretaria de Esportes e Lazer, idealizador do projeto Musculação Ao Ar Livre (MAAL), que é promovido nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Marcos Antônio Lopes, participou do evento e contribuiu com a mesa redonda, apresentando o programa praticado no município.

No ano passado, o bacharel em Esportes esteve no IX Encontro, em que apresentou um trabalho, em formato de pôster, “sobre nosso projeto longitudinal de avaliação física iniciado em 2016”, conta. Nesse ano a participação foi mais significativa, pois o convite partiu da organização do evento, convidando-o para compor a mesa redonda. “Apresentamos nossa experiência em promoção da atividade física nas Unidades Básicas de Saúde”. Foram apenas 15 minutos para explanar o trabalho do MAAL, que contabiliza mais de um ano de planejamento e organização, e ainda dez meses de execução. “Pude contar com a companhia da professora de ginástica da Secretaria de Esportes, Carol, que pelo segundo ano consecutivo conquistou o prêmio de melhor trabalho acadêmico na categoria. Ela é sensacional, muito competente”, comenta.

Lopes diz que representantes de outros municípios estiveram presentes no Fórum, como Capivari, Rio Claro e São João da Boa Vista. A última cidade mencionada também apresentou uma experiência exitosa, possuem profissionais de Atividade Física, professores e concursados e trabalham com aulas nas UBS, entretanto Valinhos teve um diferencial na quantidade e no formato dos atendimentos. “Procuro orientar as pessoas sobre as possibilidades de tornar-se mais ativo fisicamente, qual seria a atividade física mais adequada e a importância para a saúde física e mental”, completa. Além disso, o número de pessoas atendidas no município ultrapassa 140.

“Saí do encontro convicto de que esse é o caminho para promover a prática de atividade física na Atenção Básica à Saúde”.

O professor de Valinhos também aponta que todos os presentes acreditam na importância da prática esportiva contínua para a mudança do comportamento sedentário. “Uma das perguntas feita para a mesa, foi justamente das dificuldades de convencerem as pessoas sobre essa mudança comportamento e as dificuldades de adesão à prática de atividade física”, explica. Com isso, o Encontro e Fórum serviram para somar as experiências entre os profissionais, como a necessidade de uma boa divulgação das atividades, a qualidade do trabalho executado e pertinência de serem variados para evitar o tédio e a desistência. “Outro ponto extremamente relevante é a participação da equipe técnica, como agentes de saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos e dentistas nas atividades, mas principalmente como agentes motivadores dos usuários”, complementa Marcos.

O relato de um agente de saúde, membro do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), surpreendeu Lopes, “o mesmo disse que: ‘ao dizer as pessoas do território que oferecemos atividades físicas, ficava incomodado ao ser perguntado se eu também participava das aulas, a partir daí comecei a participar e até minha disposição para trabalhar melhorou, hoje somo agentes multiplicadores e promotores de atividade física’”, relata. Sobre as contribuições para o MAAL, o professor destaca o networking viabilizado pelo encontro, e diz que pretende realizar visitas em 2019, “para aprofundar essa troca de experiência, e claro, tentarei introduzir algumas delas em nossas ações; estou preparando o planejamento para o próximo ano e em breve divulgaremos”.

Também evidencia a importância de pensar conjuntamente, tanto no Poder Executivo como no Legislativo. O objetivo principal, que segue nos próximos anos, é promover a prática da atividade física em prol da prevenção e tratamento das doenças decorrentes do sedentarismo, criando e efetivando metas, “para um mundo mais saudável, como preconizado pelo PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Humano; e por fim, quero agradecer todo apoio das Secretarias de Esporte e Lazer, e da Secretaria de Saúde, aos secretários e diretores que apoiam nosso trabalho”, completa Marcos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA