Capa de livro ilustrada com obra de Maccari (Foto Reprodução)

Artista diz que é uma maneira de tornar seu trabalho mais conhecido e útil

Por Thaís Ferrari

O artista plástico Jerci Maccari tem promovido seu trabalho além das tradicionais telas, através de parcerias com outros profissionais. Um exemplo disso são as ilustrações de capas e contra capas de livros, “diversificação  de  meu trabalho,  uma  maneira  de  torná-lo mais conhecido e  útil”, define. São 50 anos de estudo, participando de atividades, visitas a exposições, museus, viagens culturais, que resultam em uma bagagem artística enorme. “Sou um artista figurativo moderno, com forte influência do cubismo, do impressionismo e da arte naif, sigo meu estilo”.

Neste mês de novembro, mais dois livros foram lançados com obras de Maccari nas capas, um religioso – ‘Jesus de Nazaré – O Caminho, a Verdade e a Vida’, do Pastor Tercio  Sarli, e outro de poesia – ‘Ser Poeta’, de um amigo de infância, Antonio  Valmor  Junkes. “Estudamos juntos no seminário, ele um pouco mais adiantado que eu. Hoje um advogado de sucesso e poeta nas horas vagas”.

Artista Plástico Jerci Maccari (Foto Reprodução)

Maccari acredita que esse tipo de parceria são sempre positivas quando somam e há valorização mútua. “Melhor ainda quando é um amigo de mais de 50 anos, sabendo que na década de 60 éramos apenas garotos, saídos da roça e buscando os mesmos objetivos via seminário. E no meio do caminho tudo muda, mudam os rumos. E na maturidade a gente se encontra para uma nova parceria. Isso é gratificante e o dinheiro não paga essa satisfação”, relata.

Além das capas de livros, a arte de Jerci pode ser encontrada em murais, canecas, azulejos, figos de cerâmica, caçambas, capas de celulares e em paredes diversas, “de colecionadores no Brasil e no exterior, museu em Portugal e outros museus pelo interior de São Paulo”, completa.

A mais recente parceria – da qual tem orgulho, “consistente, grandiosa, generosa e altruísta”, é com o Projeto Apaixonados por Saúde, da Santa Casa de Valinhos. “Através da venda das obras, arrecadar o montante faltante para a compra do aparelho para cirurgias laparoscópicas, com o patrocínio do Laboratório de Analises Clínicas CDC, esta sim é uma parceria que envolve toda a sociedade”, esclarece. A ação teve início no último dia 09, e segue até o final de janeiro de 2019. “Cada item vendido nesse período, 15% será destinado ao projeto”.

Sobre a mensagem que pretende passar com sua arte, Jerci diz que não há uma mensagem específica, apenas deixa a emoção o tocar, e faz uso de lembranças da infância, dos familiares, da sua origem e passado. “Espero sempre que as pessoas se sintam tocadas por algum tipo de emoção ao olhar uma tela minha”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA