(Foto Reprodução)

Vereadora foi a primeira mulher a ocupar o cargo em 2009

Por Thaís Ferrari

A vereadora Dalva Berto (MDB) é a nova presidente da Câmara Municipal de Valinhos, a partir de 02 de janeiro de 2019, eleita com 14 votos para o 2º biênio (2019/2020). Ela foi a primeira mulher a ocupar o cargo, no período de 2009 a 2010. “Eu me sinto honrada em receber o voto de confiança dos meus pares, para mim foi um resgate como eu já disse, me sinto agradecida pela credibilidade que em mim foi depositada”.

Dalva Berto está em seu 4º mandato como vereadora e ocupa o cargo de líder de governo. Com a presidência, o prefeito Orestes Previtale deve escolher em breve outro nome para preencher a vaga. A vereadora diz que essa segunda experiência como presidente mostra a concretização de sua liderança política, com apoio e confiança dos demais vereadores. “Eu acredito que quando eu assumi da primeira vez, a primeira mulher a assumir, era um desafio ainda maior”, define.

Sobre suas expectativas, Dalva argumenta que a Câmara siga fazendo seu papel, de representar o povo “como o povo merece”, priorizando as vontades da população e não de grupos específicos. A parlamentar também ressalta que a Câmara tem que ser independente e harmônica de maneira real, e antes mesmo de ter essa relação com o Poder Executivo precisa entender o que é bom para a cidade, “fazer de fato acontecer”.

Sobre a Mesa Diretora eleita, que atuará em conjunto com Dalva, a vereadora define como excelente, “tanto quanto a outra que estava”. Ela explica que a Mesa Diretora é de extrema importância e responsabilidade, “o presidente não faz nada sem a mesa, e a mesa não faz nada sem o presidente”. Para que os trabalhos sejam efetivos, Dalva defende o diálogo aberto com a população, buscando ir até as pessoas nas comunidades e conhecer o que estão reivindicando.

Dalva destaca que a trajetória como vereadora trouxe maturidade e conhecimento político, além de coragem para enfrentar os problemas, “de uma forma verdadeira, honesta e determinada”. Ela diz ainda que todas as ações da Câmara definem o futuro da cidade – algumas de imediato, por isso a necessidade do vereador cobrar e fiscalizar. “Tem que explorar ao máximo a lei para ter um conhecimento real, um estudo melhor, e para isso tem mecanismos, busca técnicos, ouve opiniões, e principalmente esclarece a população, muitas vezes falta esclarecimento”, completa.

Com relação a 2018, a palavra que define é desafio. “Foi tão bom como 2017, um ano com muitas dificuldades, dos quais foi preciso manter a integridade, verdade e coragem para enfrentar, foi mais um ano de desafios”. Dalva não evidenciou nenhum projeto, já que acredita que todos foram importantes. Entretanto, destaca sua atuação como líder de governo, proporcionando uma ponte entre a sociedade, os vereadores, as entidades e o Terceiro Setor com o Poder Executivo, “sensação de dever cumprido”.

“Eu acredito que é no diálogo que se chega no melhor resultado. A construção de uma cidade, de um estado e um país, tem que ser feito na base do diálogo e do respeito”, finaliza.

Veja a composição da Mesa Diretora eleita:

Presidente: Dalva Berto (MDB)

1º Vice-presidente: Edson Secafim (Progressistas)

2º Vice-presidente: Rodrigo Toloi (DEM)

1º Secretário: Israel Scupenaro (MDB)

2º Secretário: César Rocha (Rede)

3º Secretário: André Amaral (PSDB)

4º Secretário: Mayr (PV)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA