Daniel Carlos Gavioli de Lara, morador da cidade de Jundiaí, foi encontrado morto nesta manhã na cidade de Valinhos

O corpo do porteiro Daniel Carlos Gavioli de Lara, morador de Jundiaí, de 28 anos, foi encontrado em uma mata na cidade de Valinhos. Ele estava desaparecido desde o dia 7 deste mês, quando saiu do trabalho, na avenida 14 de Dezembro, na Vila Rami, falando que precisava resolver um problema “urgente”.

O Canil da Guarda Municipal de Jundiaí, que utilizou cães farejadores em uma mata fechada e de difícil acesso, logrou êxito em encontrar o corpo.

O delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Carlos Eduardo, determinou a elaboração de boletim de ocorrência de “Morte Suspeita”.

Ontem, após denúncia, o Corsa pertencente à vítima foi encontrado no bairro Chácara das Nações, em Valinhos.

Carta supostamente escrita por Daniel

Dentro do carro foi encontrada uma carta endereçada à mãe em que ele pedia desculpas por “ter feito coisas erradas”. A mãe acredita que alguém deve ter obrigado o filho a escrever a carta.

Quem tiver informações que possam ajudar nas investigações deve ligar no Disque Denúncia, o telefone é o 181.

Entenda o caso

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o porteiro saiu para trabalhar no dia 7 de fevereiro. Chegou na empresa às 5h20 e avisou que precisaria sair para resolver um problema pessoal e desapareceu. Ele saiu de uniforme e com o carro, um Corsa verde, placas CKA 5321.

De acordo com a mãe, ele não faz uso de entorpecentes e não tinha inimigos. A única coisa que a família sabe é que ele tinha uma dívida no banco, no valor de R$ 1,5 mil, referente a uma fatura do cartão de crédito. No dia que desapareceu, o porteiro estava com o valor que conseguiu emprestado com uma amiga para quitar a dívida. No entanto, ele só ia ao banco após o expediente de trabalho.

Ele teria sido visto, por câmeras de segurança, passando de carro na Avenida 14 de Dezembro.

O carro foi encontrado nas proximidades da Santa Casa, e segundo moradores estava estacionado neste local desde quinta-feira passada. Por curiosidade estes foram até o carro e verificaram que o mesmo estava aberto e com uma carta de despedida. Acionaram a polícia e o caso foi interligado, e hoje policiais iniciaram as buscas na mata e encontraram o corpo do rapaz enforcado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA