Onda de furtos no local assusta a pacientes e funcionários

Nesta quinta-feira (28), a reportagem deste Jornal Terceira Visão foi chamada por um munícipe de nome Marcos, morador do bairro Manacás, que foi até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), localizada na Avenida Gessy Lever, para ser consultado. Chegou ao local às 7h15 e foi atendido e medicado, saindo do local às 9h15. Resolveu ou amenizou o seu problema de saúde, porém ganhou uma enorme dor de cabeça. Ao sair da unidade e dirigir-se ao seu carro, teve a infeliz surpresa de encontrá-lo sem uma roda dianteira.

Paciente não tinha nem forças para trocar o pneu

O furto, portanto, aconteceu entre 7h15 e 9h15. Segundo apurou a reportagem, não há vigilantes ou guarda municipal no local entre 6 e8h, ficando o local desguarnecido.

Não é o primeiro furto que acontece. Talvez seja o primeiro com pacientes. Na semana passada, já houve relatos de um furto (inclusive no dia em que os vereadores foram ao local para vistoriar) a um automóvel de um funcionário. Há necessidade de que a prefeitura tome providências urgentes para cessar esses furtos. Consultada, a prefeitura informou através de sua assessoria que “a Guarda Civil Municipal, em apoio à Polícia Militar, promove patrulhamento constante na região da UPA e vai intensificar as ações no local”.

Outra roda furtada na terça-feira passada, dia em que os vereadores foram visitar o local

1 COMENTÁRIO

  1. Lamentável. Nossa cidade está cada dia pior.
    Ruas intransitáveis – mas os radares funcionam que é uma maravilha.
    Serviços de saúde pior que muita cidade da região metropolitana de São Paulo.
    Obras intermináveis….
    E nossos “ingovernantes” fingem estar uma maravilha.
    Vergonha de morar em Valinhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA