O artista plástico Fábio Vieira, é conhecido por ser um dos maiores artistas valinhenses e por fazer parte da história cultural da cidade, sendo um dos responsáveis por grandes pinturas, como as do muro da Avenida Paulista.

Artista reproduz desenho em camisetas com total brilhantismo e qualidade

Nascido e criado em Valinhos, Fábio Vieira é casado com Fábia Betim e pai da pequena Clara. “Acredite, o nome da minha esposa foi acaso do destino, ou não”, brinca o artista.  Apaixonado pelo mundo dos desenhos desde a infância, Fábio relata que, “quando somos crianças, antes de aprender a ler e a escrever, todos nós nos expressamos através da arte. Desenhando casinhas, flores ou super-heróis. A única diferença é que eu não perdi o interesse em desenhar quando cresci. Eu amo isso até hoje”.

Em 1994, o artista conta que fez um curso para aperfeiçoar os seus traços. “Entrei na Escola Arquimedes para fazer um curso de aperfeiçoamento de traço, para com ele conseguir chegar a resultados mais realistas. E desde então, eu sempre procuro me aprimorar”, conta o artista.

O talento do artista, também já foi requisitado por grandes nomes como o cantor Zé Ramalho, Claudia Leitte, Deborah Blando, Zezé de Camargo e Luciano, a banda Capital Inicial, entre outros artistas.

Além disso, Fábio Vieira, também é um dos responsáveis por grandes trabalhos regionais como o projeto “Muros na Mata Atlântica”, em conjunto com o artista Filiage, que abrange diferentes cidades da região. O trabalho tem o intuito de chamar a atenção em relação à preservação da nossa fauna e flora. As pinturas retratam animais em extinção.

Fábio também é o responsável pelo desenho do Adoniran Barbosa, no CACC e pela recente pintura no muro da Avenida Paulista, do projeto que leva o nome de “Valinhos de Todas as Nações”, em parceria com o artista Filiage.

Seus trabalhos são minucioso e detalhistas resgatando 100% o realismo das imagens

Questionado, o valinhense também contou sobre as dificuldades em se viver da arte, “Eu vivo da minha arte e todo dia é um desafio. Igual a um pescador que joga a sua rede ao mar sem saber se conseguirá pegar algum peixe. E assim é com meu trabalho. Às vezes pesco um cardume, às vezes um peixe e tem vezes que volto para casa de mãos vazias”.

O artista faz questão de ressaltar que apoio familiar é uma das maiores razões para ter conseguido se manter na arte, viver dela e, principalmente, ser feliz com ela. “Os meus pais são maravilhosos. Sempre contei com o total apoio deles”.

Em relação à importância da arte, ele relata que, “eu diria que temos a ciência para descrever a matéria do mundo e o papel da arte, seria revelar o espirito das coisas”.

Há cerca de nove anos o artista encontrou uma forma de viabilizar a sua arte. “Eu faço pinturas totalmente personalizadas em roupas, principalmente em camisetas. Cada pessoa que adquire uma peça minha, está comprando um trabalho único e exclusivo”, explica Fábio.

E para conhecer o trabalho do artista e se encantar com o talento e a perfeição dos detalhes de seus trabalhos acesse: instagram.com/fabiovieiravisual ou facebook.com/fabiovieirapretonobranco. Fábio também possui uma loja online: www.elo7.com.br/pretonobranco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here