Maioria dos índices criminais melhora em setembro


Exceto pelo crime de estupro, todos os principais quesitos de segurança registraram queda
Por Bruno Marques
A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) divulgou esta semana a estatística de crimes registrados referentes a setembro. De acordo com os dados, a maioria dos índices analisados tiveram melhora no mês anterior tanto em comparação com o mesmo período do ano passado, quanto equiparados a meses passados.

Comparação com o mesmo período
Na análise feita entre o último mês de setembro e o mesmo mês do ano passado, foram contabilizados dois casos a mais de estupro. Os roubos (assaltos) diminuíram 35,7% e os roubos de veículos reduziram 20%.
Outras melhoras significativas aconteceram nos quesitos furtos, que caíram 22%, e furtos de veículos, 50%. Este teve uma redução de 18 registros para 9.
Veja o comparativo abaixo:

Setembro de 2022:
Estupros: 1
Roubos: 14
Roubos de veículos: 5
Furtos: 77
Furtos de veículos: 18

Setembro de 2023:
Estupros: 3 (+66,6%)
Roubos: 9 (-35,7%)
Roubos de veículos: 4 (-20%)
Furtos: 60 (-22%)
Furtos de veículos: 9 (-50%)
Comparação com o mês anterior
Analisando o quadro criminal de setembro, comparado com o mês anterior, agosto, dois crimes registraram aumentos: estupros, na mesma proporção do comparativo entre os mesmos períodos do ano, e roubos de veículos, sendo 66,6% e 50% respectivamente.
As melhoras aconteceram nos quesitos roubos, 52,6%; furtos de veículos, 50%, e furtos, 20,7%. Este último atingiu o número mais baixo de incidências neste ano. Em junho foram registrados 124 furtos. Nos dois meses seguintes baixaram para a casa dos 70 e em setembro caiu para 60.
Veja a análise:

Agosto de 2023:
Estupros: 1
Roubos: 19
Roubos de veículos: 2
Furtos: 77
Furtos de veículos: 18

Setembro de 2023:
Estupros: 3 (+66,6%)
Roubos: 9 (-52,6%)
Roubos de veículos: 4 (+50%)
Furtos: 60 (-20,7%)
Furtos de veículos: 9 (-50%)

Leia anterior

Terceira fase do programa Valinhos em Ação traz melhorias em escolas, quadras, e até uma farmácia 24 horas

Leia a seguir

Brasil registra sua menor taxa de desemprego desde 2014, com 7,7% no terceiro trimestre de 2023, segundo o IBGE