Principais diferenças entre cães e gatos

Saiba quais aspectos devem ser considerados ao escolher um pet para compor o lar

Cães e gatos são dois dos animais de estimação mais populares em todo o mundo, mas eles diferem em muitos aspectos, desde comportamento até necessidades. A escolha de um deles diz muito sobre a personalidade de seu dono, e é importante saber características de sua personalidade na hora de fazer a escolha de um deles para compor o lar.

Uma das maiores diferenciações é o comportamento social. Cães são conhecidos por serem animais sociais e geralmente procuram a companhia de seus donos e de outros cães. Eles são leais, carinhosos e desejam interagir com as pessoas. Gatos, por outro lado, tendem a ser mais independentes e podem desfrutar de momentos de solidão. Eles ainda podem ser afetuosos, mas de uma maneira mais reservada.

Ambos os animais têm qualidades únicas que podem enriquecer a vida de seus donos de maneiras distintas

O treinamento dos pets também influencia no dia a dia dos tutores. Cachorros são, na maioria das vezes, mais fáceis de treinar do que gatos. Eles são altamente adaptáveis e respondem bem aos comandos. Os felinos, embora possam ser treinados em certa medida, tendem a seguir mais seus instintos naturais e são menos previsíveis.

Além disso, para os que tem o dia mais agitado e menos tempo disponível para dar atenção ao animal, o gato pode ser uma melhor opção. Cães precisam de exercício regular e espaço para se mover. Eles geralmente adoram caminhar, correr e brincar. Já os gatos são mais autossuficientes e podem obter seu exercício através de brincadeiras em casa, como perseguir brinquedos ou subir em arranhadores, e podem se acomodar em espaços menores, como apartamentos

Outra peculiaridade dos gatos é em relação a higiene. Eles são muito auto-suficientes quando se trata de limpeza, se limpam constantemente e usam a caixa de areia para suas necessidades. Já os caninos precisam ser banhados regularmente e levados para passear ao ar livre para suas necessidades.


Tanto cachorros, como gatos, se comunicam de maneiras diferentes com seus tutores. Enquanto os cães tendem a usar vocalizações, como latidos, rosnados e gemidos, para se expressar, os felinos usam principalmente a linguagem corporal, como movimentos da cauda, orelhas e postura.

Ambos os animais têm qualidades únicas que podem enriquecer a vida de seus donos de maneiras distintas. A escolha entre os pets é uma decisão que reflete não apenas as preferências pessoais, mas também o estilo de vida e a personalidade do dono, porém independentemente da escolha, a afeição e a conexão é o mais importante a se oferecer para um novo animalzinho.Parte superior do formulário

Leia anterior

Djavan apresenta sua Turnê “D” no Espaço Multi Arena em Campinas

Leia a seguir

Inscrições gratuitas para “Torneio de Pipas em Valinhos” em novembro