News

Avanço das obras no viaduto Laudo Natel em Valinhos traz interdições em novos trechos

A continuidade das obras de restauração do viaduto Laudo Natel em Valinhos resultou na interdição do estacionamento na Avenida Gessy Lever, ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a partir desta terça-feira (21). Esse fechamento permanecerá por 15 dias, contando com o acompanhamento de agentes de trânsito para assegurar a segurança de motoristas e pedestres.

O cronograma futuro inclui a interdição da via de acesso ao estacionamento em 6 de dezembro, e a partir de 21 de dezembro, a Avenida Gessy Lever será interditada na altura do acesso, no sentido centro-bairro. Em 5 de janeiro, a mão oposta, sentido bairro-centro, será afetada, e finalmente, a alça de acesso do viaduto para a Avenida Gessy Lever será fechada no sentido bairro-centro a partir de 20 de janeiro. A previsão é que todas as interdições tenham a duração de 15 dias.

Além do viaduto Laudo Natel, outros dois, o Laudo Natel Fausto e o Ferreira dos Santos Filho, já tiveram metade de suas estruturas totalmente recuperadas desde maio. No viaduto Abílio Franceschini, onde a intervenção começou posteriormente, a primeira etapa está em andamento.

Os reparos superficiais e estruturais essenciais estão sendo realizados nos três locais, incluindo o tratamento de fissuras e armaduras expostas na face inferior, além da revitalização de pintura e acabamentos. As solicitações de manutenção foram feitas à Prefeitura em 2018 pela Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Valinhos (AEAAV) e foram contempladas pela administração atual.

O investimento total para as obras é de R$ 4.311.289,79, com R$ 3.156.365,38 provenientes do fundo do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e R$ 1.154.924,41 como contrapartida da Prefeitura. A conclusão das três obras está prevista para abril de 2024.

Leia anterior

Balão intragástrico: alternativa para tratamento da obesidade por meio de endoscopia

Leia a seguir

Guarda Civil Municipal de Valinhos apreende indivíduo com entorpecente no terminal rodoviário