Campinas confirma o 10º caso de febre maculosa em 2023

Paciente foi tratado e evoluiu para a cura sem necessidade de internação

Campinas registrou o décimo caso de febre maculosa em 2023, conforme divulgado pela Secretaria de Saúde. O paciente, um homem de 72 anos, se recuperou sem hospitalização. Sete pessoas faleceram por febre maculosa na cidade este ano, com quatro vítimas de um surto na Fazenda Santa Margarida.

Anteriormente, quatro pessoas morreram após um evento em Joaquim Egídio. Outras vítimas incluem um soldado de 18 anos, um homem de 52 anos e outro de 42 anos, este último em setembro. Em 2022, Campinas teve 11 casos confirmados, resultando em sete óbitos.

A febre maculosa, transmitida por carrapatos, exige atenção a sintomas como febre, dor de cabeça e manchas vermelhas após contato com áreas de risco. A Prefeitura adotou medidas, como mudança de nome do comitê de enfrentamento e sanção da lei 16.418, exigindo informação sobre o risco em eventos propensos. Iniciativas de comunicação foram intensificadas em áreas de risco.

Leia anterior

RMC tem mais de 4 mil vagas de emprego disponíveis nos PATs

Leia a seguir

Entrevista com o Secretário da Fazenda de Valinhos, Crislânio Lopes, sobre o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) 2023