São Paulo enfrenta o retorno da dengue tipo 3 após 15 anos

Em Votuporanga, interior de São Paulo, a Secretaria de Saúde confirmou quatro casos de dengue do sorotipo 3 (DENV3), conforme relato da paciente inicial, uma mulher de 34 anos. Essa linhagem, ausente há mais de 15 anos em epidemias no país, ressurgiu, acendendo alerta para possíveis novas crises, de acordo com estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Os sintomas intensos, como febre, vômito, dor, manchas vermelhas, sangramento nasal e urinário, chamaram atenção. Em ações de bloqueio, outros sete casos suspeitos foram identificados, dos quais três, todas mulheres (5, 31 e 46 anos), foram confirmados como do tipo 3 da dengue. Todos os casos ocorreram na mesma região, na zona sul da cidade, e os pacientes estão em casa, em bom estado.

A Secretaria de Saúde continuará coletando amostras em diferentes áreas da cidade para análise laboratorial e determinar a extensão da circulação do vírus. A Secretaria de Estado da Saúde informou que não há registros desse tipo da doença em outros municípios do estado de São Paulo, e nenhum óbito foi relatado.

Leia anterior

Instituto Coca-Cola oferece oportunidades para jovens a partir de 16 anos

Leia a seguir

1ª quadra de Futebol Society é entregue graças à emenda impositiva de Alexandre Japa