Governo estuda ‘Desenrola’ para empresas endividadas, revela Alckmin

O presidente em exercício e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), anunciou que o governo federal está analisando a possibilidade de lançar um plano de renegociação de dívidas para empresas inadimplentes, assemelhando-se ao programa “Desenrola Brasil” destinado a pessoas endividadas. A declaração foi feita por Alckmin durante sua participação no Fórum MDIC de Comércio e Serviço (FMCS).

Alckmin destacou a necessidade dessa iniciativa devido às altas taxas de juros registradas meses atrás e às dificuldades enfrentadas por muitas empresas decorrentes da pandemia da Covid-19. O presidente em exercício ressaltou que, assim como o “Desenrola” foi implementado para ajudar pessoas, há a necessidade de uma abordagem semelhante para auxiliar as empresas.

Essa revelação ocorre alguns dias após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), atualmente em viagem pelo Oriente Médio, vetar integralmente o projeto que prorrogava a desoneração da folha de pagamentos para 17 setores até 2027. Sobre esse tema, Alckmin sugeriu a possibilidade de substituir a desoneração da folha de pagamento por um percentual do faturamento como uma alternativa para lidar com a questão.

Leia anterior

Região de Campinas terá 79 novos radares em rodovias a partir de 2024

Leia a seguir

Permanece a previsão de temporais na região, especialmente a partir da tarde