News

Zara retira campanha após polêmica com comparação ao conflito em Gaza

A marca Zara decidiu retirar uma de suas campanhas publicitárias após enfrentar críticas e um boicote de ativistas pró-Palestina. A campanha em questão apresenta a modelo Kristen McMenamy usando peças da linha Zara Atelier, denominada “Collection 04_The Jacket”, e foi compartilhada no Instagram da marca. No entanto, as imagens foram associadas por alguns usuários às fotografias impactantes do conflito entre Israel e Palestina, provocando indignação.

As fotos mostram a modelo em um ambiente que sugere um armazém artístico, com um fundo branco e cinza, destacando moldes de esculturas, fragmentos, entulhos e sacos plásticos. Devido ao contexto político internacional atual, muitos interpretaram as imagens como uma alusão direta à guerra em Gaza, especialmente pela presença de esculturas com membros faltantes e envoltas em lençóis brancos, lembrando práticas funerárias islâmicas.

Em resposta às críticas, a Zara removeu as fotos das redes sociais e emitiu um comunicado esclarecendo que a campanha foi planejada em julho e as fotos foram tiradas em setembro, antes do início do conflito. A marca expressou lamentações pelo mal-entendido e reiterou seu respeito por todos. Apesar da remoção das imagens das redes sociais, as peças continuam disponíveis no catálogo da marca.

Leia anterior

Quem foi Euclides da cunha

Leia a seguir

Lakers e Spurs se enfrentam com histórico acirrado