A Importância de Equilibrar o Uso de Telas nas Férias Escolares

Com a chegada das férias escolares, a preocupação dos pais sobre o uso excessivo de telas por parte de crianças e adolescentes está em destaque. Videogames, streaming e celulares têm sido protagonistas na programação dos jovens durante o tempo livre.

É comum que o mundo virtual faça parte da rotina dessa geração, mas especialistas destacam a importância de aprender a lidar com o tempo ocioso de maneira mais criativa. Sair dos livros didáticos e explorar o mundo de outras perspectivas, longe dos aplicativos, é recomendado nessa fase.

O celular, muitas vezes presente no bolso dos jovens, é uma ferramenta instantânea que pode resultar em horas diante da tela, sem que percebam. Especialistas alertam para a necessidade de intervenção dos adultos, auxiliando os jovens a descobrirem formas igualmente interessantes de lidar com o tédio.

Controlar o tempo de uso das telas é uma responsabilidade dos pais, especialmente para as crianças mais novas, pois o excesso pode contribuir para níveis elevados de ansiedade. Embora o uso do smartphone em si não seja uma causa direta de ansiedade, o estímulo visual intenso pode levar a consequências indesejadas.

Durante as férias escolares, sugere-se que os jogos online convivam com atividades que estimulem a invenção e a criatividade, aspectos importantes para a saúde mental e para a preparação para a vida adulta. Aproveitar o tempo ocioso para reflexão, apreciação da natureza e autoconhecimento também é destacado como uma prática benéfica.

Leia anterior

Aos colonizados, nos quais me incluo

Leia a seguir

A Jornada Musical de Mayck e Lyan