Expulsão de alunos da Unesp por envolvimento em trote violento

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) tomou a decisão de expulsar quatro estudantes envolvidos em um trote violento ocorrido em julho de 2023. A triste ocorrência teve lugar em uma república estudantil frequentada por alunos da Faculdade de Engenharia e Ciências, situada em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba. Na ocasião, uma aluna precisou ser hospitalizada devido à imposição de ingerir quantidades excessivas de bebidas alcoólicas.

Adicionalmente, outros quatro estudantes foram alvo de suspensão por 120 dias, enquanto um quinto recebeu uma penalização de 45 dias de suspensão por seu envolvimento no episódio.

Foto: Divulgação

O incidente, conforme indicado pela universidade em comunicado, está sob investigação como lesão corporal pelo 2º Distrito Policial de Guaratinguetá. A instituição destaca que o processo policial e o processo disciplinar são independentes em suas decisões, e os desdobramentos serão tratados de maneira separada.

A Unesp anunciou ainda a implementação de campanhas contínuas para combater trotes abusivos, incluindo a criação de um memorial em homenagem às vítimas dessas situações constrangedoras.

Os trotes estudantis, tradicionais na recepção de calouros, têm como objetivo inserir os novos alunos na vida universitária. No entanto, casos como esse reforçam a necessidade de repensar essas práticas, uma vez que frequentemente evoluem para situações de violência psicológica e física, colocando em risco a integridade das pessoas envolvidas.

Leia anterior

Mulheres são flagradas com 87 kg de maconha em Valinhos

Leia a seguir

São Paulo será palco da maior corrida maluca geek de 2024