São Sebastião, padroeiro de Valinhos, será celebrado com festividades e devoção

São Sebastião, padroeiro de Valinhos, será celebrado com festividades e devoção

A cidade já se prepara para as festividades em honra a São Sebastião, padroeiro de Valinhos, e à Festa do Figo, eventos tradicionais com uma história entrelaçada. No mês de janeiro, que marca a celebração de São Sebastião, o Monsenhor Bruno Nardini teve a inspiração de criar a Festa do Figo. Esta iniciativa tinha dois propósitos: destacar a produção de figos e angariar recursos para a construção da matriz, que completa 80 anos de inauguração em 19 de março próximo.

A tradição da festa do padroeiro remonta a 20 de janeiro de 1919, mas foi com o Padre Bruno Nardini, em 1940, que a festa ganhou destaque. A primeira edição da Festa do Figo ocorreu nesse mesmo ano, inicialmente, nos moldes de uma quermesse ao redor das obras da nova igreja. Oficializada em 1949, a festa do padroeiro passou a ser celebrada apenas com programação religiosa, sendo resgatada em 1985 pelo Padre João Luiz Fávero, tornando-se uma tradição anual, com exceção do período da pandemia.

A festividade social em homenagem a São Sebastião, organizada pela Comissão dos festejos, acontecerá nos dias 13, 14, 20, 21, 27 e 28 de janeiro. O local escolhido é o espaço atrás da matriz e o Centro Pastoral, com barracas oferecendo variados lanches, bebidas, doces e atrações musicais diárias.

O dia 20 é reservado para a celebração litúrgica. Às 8 horas, um ato cívico marca o início, seguido pela santa missa às 8h30, presidida por D. Inácio Muller, arcebispo metropolitano de Campinas. Às 16 horas, uma procissão sai do CACC levando São Sebastião até a Matriz, seguida, às 16h30, pela missa dos agricultores, conduzida pelos padres Jonas Christal e Marcel Fabiano. Para encerrar, um almoço mineiro será servido a partir das 12 horas, com convites à venda na Secretaria da Paróquia a R$60,00.

Finalizando as festividades, no dia 28, às 14 horas, no Centro Pastoral, ocorrerá o show de prêmios, oferecendo valores significativos e outras premiações extras.

A programação litúrgica inicia-se no dia 11 de janeiro, com o início da novena e celebração de missas dedicadas a São Sebastião, conduzidas por padres especialmente convidados. A novena terá celebrações distintas, abordando São Sebastião como padroeiro dos soldados, atletas, agricultores, contra pestes e guerra.

Diversos padres celebrarão ao longo da novena, destacando-se as intenções para agentes de pastorais, voluntários, soldados, atletas, agricultores, crianças, enfermos, jovens, falecidos, justiça, paz e famílias.

Leia anterior

Lula deve lançar Programa “Voa Brasil” com passagens até R$ 200

Leia a seguir

Vinhedo inova com Feira das Mulheres Empreendedoras