News

PF promete finalizar em breve o Caso Marielle Franco

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Andrei Rodrigues, anunciou que o caso dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, terá um desfecho no primeiro trimestre deste ano. Marielle Franco foi morta em uma emboscada no bairro do Rio Comprido, no Rio de Janeiro, em 14 de março de 2018.

Em uma entrevista à rádio CBN, Andrei Rodrigues destacou que a PF, que assumiu a investigação no ano passado, está empenhada em apresentar uma resposta final ao caso nos próximos meses. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, também expressou confiança na resolução integral do caso, afirmando que o assassinato de Marielle Franco será elucidado em breve.

O inquérito foi enviado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em outubro, devido a suspeitas envolvendo o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Domingos Brazão. Ele foi citado na delação premiada do ex-policial militar Élcio Queiroz, que estava preso como suspeito de envolvimento no crime. Élcio Queiroz teria dirigido o veículo utilizado no ataque, enquanto o ex-policial militar Ronnie Lessa fez os disparos contra Marielle e Anderson.

No ano passado, a PF prendeu Maxwell Simões Corrêa, conhecido como Suel, ex-bombeiro apontado como cúmplice no caso. Suel é acusado de ajudar a esconder as armas do assassino e de participar da emboscada. Ele também é mencionado como a pessoa responsável por levar o veículo utilizado no crime para um desmanche, a fim de apagar qualquer evidência.

O desfecho do caso Marielle Franco é aguardado com grande expectativa e representa um passo importante na busca por justiça e esclarecimento desse crime que chocou o Brasil.

Leia anterior

Programa Mundo do Trabalho do Patrulheiro está com inscrições abertas

Leia a seguir

Valinhos amplia em 1.320% o total de procedimentos cirúrgicos gratuitos de castração