Resolução de ano novo: como não desistir de adotar hábitos de vida mais saudáveis

A chegada do ano novo é um momento propício para a reflexão sobre as metas e objetivos que desejamos alcançar no ano seguinte. Para muitas pessoas, a saúde é uma das prioridades, e a obesidade é uma das principais preocupações. O problema é que, muitas vezes, acabamos perdendo a empolgação de fazer mudanças e as resoluções de ano novo não saem do papel.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é uma doença crônica que afeta mais de 2 bilhões de adultos em todo o mundo. No Brasil, a estimativa é que cerca de 20% da população adulta esteja obesa. E é por isso que eu quero falar sobre ela e sobre a importância de você realmente traçar uma meta de melhorar a alimentação e de praticar atividade física neste ano que está começando.

A obesidade é um fator de risco para diversas doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (AVC), alguns tipos de câncer e apneia do sono. Além disso, pode causar problemas psicológicos, como baixa autoestima e depressão.

Por isso, é importante que as pessoas que estão acima do peso ou obesas façam resoluções de saúde para o controle da obesidade. Essas resoluções devem ser realistas e alcançáveis, e devem ser colocadas em prática de forma consistente.

Aqui estão algumas dicas para fazer resoluções de saúde eficazes para o controle da obesidade:

  • Defina metas específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais. Por exemplo, em vez de simplesmente dizer “quero perder peso”, defina uma meta específica, como “quero perder 5 quilos em 6 meses”.
  • Faça um plano de ação para alcançar suas metas. Isso inclui definir estratégias para melhorar sua alimentação, aumentar sua atividade física e reduzir o estresse.
  • Obtenha apoio de amigos, familiares ou profissionais de saúde. O apoio social pode ser essencial para manter o foco e evitar desistir de suas metas.

Aqui estão algumas estratégias específicas que podem ajudar no controle da obesidade:

  • Mude sua alimentação para uma dieta mais saudável e equilibrada. Isso inclui aumentar o consumo de frutas, vegetais, legumes e grãos integrais, e reduzir o consumo de alimentos processados, açúcares adicionados e gorduras saturadas.
  • Pratique atividade física regularmente. A recomendação é de pelo menos 150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física vigorosa por semana.
  • Reduza o estresse. O estresse pode contribuir para o ganho de peso, por isso é importante encontrar formas saudáveis de lidar com o estresse.
  • Busque ajuda profissional. Temos tratamentos eficazes para a obesidade, que vão desde mudanças até hábitos até a cirurgia bariátrica, passando pelos medicamentosos e pelos endoscópicos. Uma equipe de saúde qualificada vai indicar, orientar e ajudar nesse processo.

É importante lembrar que o controle da obesidade é um processo que requer tempo e esforço. Não desista se não ver resultados imediatos. Continue trabalhando em suas metas e, com perseverança e um tratamento adequado, você alcançará o sucesso.

Leia anterior

Capricórnio, o décimo signo do zodíaco. Sua palavra-chave é “Eu utilizo”

Leia a seguir

Pérolas da avaliação