Quinta, 26 Novembro 2020

Campinas tem ato em defesa do SUS e profissionais da Saúde

Militantes de várias entidades se vestiram de luto e de jaleco, usaram cruz e faixas para fazer apelo a autoridades e população - Foto Divulgação
Com gritos dos nomes dos profissionais da área de Saúde de Campinas que morreram de Covid-19, cerca de 40 militantes de diversas entidades fizeram na manhã deste domingo (28), no Largo do Rosário, no Centro da cidade, um ato-performance em defesa do SUS e dos profissionais de Saúde.
Manifestantes no largo do Rosário em Campinas
Para o ato, os militantes fizeram uma performance na qual a maioria vestiu de preto para representar o luto pelas mortes em decorrência do novo Coronavírus, e também usaram 30 cruzes de um metro por 60 centímetros para simbolizar as cerca de 300 vítimas da doença. No meio do grupo com vestes negras também se destacou pessoas vestidas com jalecos brancos para representarem aos seis profissionais da Saúde que atuaram na linha de frente e que morreram no combate à Covid-19.
Grupo pedia em faixas: “Fecha tudo já! Com proteção social e respeito
O grupo ainda usou quatro faixas com frases em defesa ao SUS e aos profissionais da Saúde. Para manter a segurança dos participantes, eles usaram máscara e álcool gel e foi mantida distância de dois metros entre cada um e as faixas tinha mais de dois metros para ajudar neste distanciamento. "Nosso objetivo é fazer um ato simbólico e visual para chamar a atenção da população e das autoridades sobre a importância do isolamento social. Essa doença (Covid) está se espalhando e se alastrando, especialmente, para a periferia, onde as pessoas não tomam os devidos cuidados e há circulação de muita gente nas ruas", disse um militante que preferiu não se identificar. "Nosso ato é com isolamento mas para justiça social. Fizemos em um dia que não há muito movimento e vamos usar das redes sociais para levar a mensagem às pessoas", frisou.
Grupo em frente à prefeitura de Campinas
Campinas já chegou a 291 mortes, com 555 casos em investigação e 353 pessoas internadas com a doença, de acordo com dados divulgados na tarde de ontem pela Prefeitura.

Veja mais notícias sobre Campinas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection