Quinta, 22 Abril 2021

Mortalidade por Covid-19 tem primeiro mês de queda

Na região de saúde de Campinas, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 57,7%, o que confirma a expectativa de progressão à fase verde

Campinas teve queda de 36,4% no registro de mortes pela Covid-19 em agosto em relação a julho, seguindo tendência de redução de óbitos no Estado, que foi de 14,8% nesse período e de 12% no Brasil. É o primeiro mês com queda de mortes, tanto em Campinas, quanto no Estado, desde o início da pandemia. O registro de casos teve leve redução em agosto, de 3,5% em Campinas.Em julho, a cidade somou 387 mortes e em agosto, 246. No Estado, informou ontem o secretário estadual da saúde, Jean Gorinchteyn, foram registradas em agosto 7.017 mortes contra 8.324 em julho. "Isso nos mostra sinais de queda em todo o Estado, mas não é hora de abandonarmos as regras sanitárias de distanciamento social, isolamento, uso de máscaras, de álcool em gel. Mais do que nunca, precisamos manter as regras, porque a pandemia ainda está em curso", afirmou.Segundo o secretário, a ocupação de leitos de UTI por pacientes graves infectados pelo novo coronavírus se mantém estável no Estado, com cifras inferiores a 54%. Na região de saúde de Campinas, a taxa está em 57,7%.A desaceleração em novos registros de mortes ocorre após Campinas aumentar em 61,92% os óbitos por Covid-19 em julho, na comparação com junho, e em 350% entre maio e junho. Em agosto ocorreram 246 mores, em julho 387, em junho 239 e em maio, 53.O Estado de São Paulo registrou ontem 30.673 óbitos e 826.331 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia. Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 666.857 pessoas estão recuperadas, sendo que 91.605 foram internadas e tiveram alta hospitalar.Embora consistente, a queda no número de mortes precisa ser analisada com cautela, especialmente quando o Estado se prepara para uma abertura maior da economia na próxima semana, quando grande parte das regiões paulistas deverá ingressar na fase verde do Plano SP, afirma o epidemiologista João Inácio Campos.Segundo ele, a redução de mortes está relacionada ao aumento da testagem para o novo coronavírus, que vem permitindo identificar infectados logo nos primeiros sintomas da doença e o início precoce do tratamento, evitando agravos. "Mas isso tudo pode ser colocado a perder, se a população não mantiver as medidas sanitárias. A abertura da economia pode levar à ideia de que a pandemia está acabando, o que ainda não é verdade. Apesar de redução de casos e mortes, estamos ainda com números altos", afirmou.O governador João Doria (PSDB) manifestou ontem preocupação com o feriado de 7 de setembro, em função do que ocorreu no final de semana, quando mais onde mais de 200 mil veículos se dirigiram para o Litoral de São Paulo. "Vimos as praias lotadas de pessoas sem máscaras, sem respeito ao distanciamento social, e ainda aglomerações em torno de bares", afirmou. "Não podemos correr o risco de perder tudo que conseguimos até agora", disse.Município anuncia 12 óbitosAs mortes causadas pelo novo coronavírus chegaram a 1.047 em Campinas ontem, segundo dados divulgados pela Prefeitura. Além disso, o município tem 28.436 casos confirmados e outros 581 em investigação. Ainda há 332 pessoas internadas com a doença e 429 em isolamento domiciliar. No total, 26.628 já se recuperaram.Dos 12 novos óbitos confirmados ontem, seis são do gênero masculino e seis do feminino. Sendo que 10 tinhas outras doenças. Onze tinham mais de 60 anos, sendo cinco maiores de 80 anos, três com idade entre 70 e 79, três entre 60 e 69 e uma com idade entre 20 e 29.Campinas, conforme os dados divulgados ontem, conta com 360 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 254 estão ocupados, o que corresponde a 70,55%. Escrito por:

Maria Teresa Costa/ RAC

Veja mais notícias sobre Campinas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 23 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection