Domingo, 17 Outubro 2021

Valinhos caminha para a bandeira vermelha e precisa urgentemente da implantação de um programa de racionamento

Alerta vermelho

Com as temperaturas próximas ou acima dos 31 graus e escassez de chuvas, aliadas ao alto consumo de água pela população, têm afetado diretamente na recuperação satisfatória dos reservatórios do Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (DAEV) e no consequente abastecimento de água para os moradores de alguns bairros e pontos altos da cidade (veja abaixo a relação).

O percentual de reservação de água bruta nas barragens municipais está em 68% na Santana do Cuiabano, 48% na Moinho Velho, 30% na Figueiras e em 5% na João Antunes dos Santos. Os dados são de 19 de agosto de 2021.

Mapeamento dos bairros

Ao fim da tarde e noite de hoje (20), e durante os dias 21 e 22 de agosto, o mapa de tendência do Departamento de Operação indicou como pontos de possível desabastecimento os bairros Jardim Imperial, Jardim Santo Antônio, Parque Nova Suíça, Parque Nova Itália, Jardim Maracanã, Jardim do Lago, Jardim Nova Era I e II, Jardim São Pedro, Jardim Santa Eliza, Bom Retiro I e II, Ortizes, Pedra Verde, Condomínio San Marino e Flor da Serra.

Também são afetados por conta do baixo nível dos reservatórios – e são suportados com abastecimento com caminhão-pipa – os reservatórios da autarquia municipal dos bairros Jardim Nova Palmares, Chácaras Silvânia e Parque Portugal, para dar suporte para as partes mais altas dos bairros.

No Vale Verde também há a probabilidade de, em algum momento dos períodos da tarde ou da noite, os moradores identificarem a situação de desabastecimento. O suporte durante o fim de semana também continuará a ser feito por meio de caminhão-pipa nos reservatórios operados pela autarquia.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 17 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/