Domingo, 29 Novembro 2020

Porque devo me alimentar bem?

FOTO DIVULGAÇÃO

Porque devo me alimentar bem?
Com o período que estamos vivendo, as preocupações e dúvidas com o futuro têm aumentado cada vez mais. Nessa onda de pensamentos, acabamos deixando de lado o nosso auto-cuidado diário e essencial: a alimentação.
Comer, sem dúvida, é um prazer, mas mais do que é isso, é uma necessidade do corpo e devemos nos alimentar com consciência se quisermos ser indivíduos sadios, com uma boa qualidade de vida. A alimentação constitui um dos três pilares do que se considera qualidade de vida. Os outros dois são o sono e os exercícios físico e mental.
Independente do seu objetivo em relação ao corpo, uma coisa não podemos negar, você é o que você come. Por isso, reuni aqui 5 bons motivos para você dar mais atenção para a sua alimentação, não somente agora, como sempre.

1) Melhora a sua saúde: É notório que a alimentação é fundamental na manutenção da saúde. São diversas as doenças que resultam de maus hábitos alimentares. Alguns exemplos são: diabetes, hipertensão, obesidade, gastrite, alergias, dentre muitas outras. Nada é mais importante do que comida: 80% das doenças de coração, 90% dos casos de diabetes e 70% dos casos de alguns tipos de câncer podem ter uma ligação estreita com hábitos de vida e alimentação. Dieta inadequada é uma das duas maiores causas de morte no mundo, junto com o tabaco.

2) Redução do Cansaço: Com certeza você deve ter sentido um soninho após o almoço, que te faz ficar bocejando na frente do seu chefe e torna manter sua concentração uma tortura. A combinação efetiva de arroz, feijão, verduras, legumes, carnes e a ingestão de pelo menos 2 litros de água por dia é suficiente para reduzir o cansaço, melhorar a disposição e facilitar o raciocínio lógico. Dessa forma, tem-se mais agilidade para executar as atividades do cotidiano, sem sofrer com falta de ar ou desânimo na hora de enfrentar uma escada ou uma subida íngreme. No entanto, esses componentes devem ser variados ao longo da semana para que a pessoa não se sinta desmotivada e resolva consumir alimentos negativos. Sendo assim, a programação do cardápio semanal é uma das estratégias para minimizar esse problema.

3) Sensação de Bem- Estar: A alimentação saudável, composta por alimentos funcionais, traz sensação de bem-estar e calma, ao contrário dos lanches calóricos e com muito açúcar simples, que promovem uma euforia passageira. Sendo assim, o consumo de fibras aliado a preparações saborosas, intensificadas com temperos naturais, pode melhorar o estado emocional dos indivíduos, pois facilitam a liberação de neurotransmissores, como a serotonina e endorfinas. Portanto, muitos tratamentos para alterações negativas do humor podem ser complementados por alimentos ricos em sais minerais e precursores de substâncias calmantes.

4) Regulação do Intestino: A alimentação saudável pode facilitar a regulação do intestino, na medida em que favorecer a inserção de fibras na dieta, facilitando a formação do bolo fecal e ajudando o indivíduo que sofre com constipação (prisão de ventre). Dessa forma, o indivíduo não relata a sensação de inchaço e dificuldades para defecar — sintomas comuns em que apresenta constipação. Por isso, é essencial incluir as fibras solúveis e insolúveis na dieta, manter a hidratação frequente e evitar produtos com alto teor de gorduras saturadas que podem desregular o intestino. No entanto, a quantidade de fibras deve ser determinada por um profissional de saúde a fim de não sobrecarregar o intestino ou propiciar o desenvolvimento de outros problemas clínicos.

5) Sono Reparador: O consumo dos alimentos corretos, no horário padronizado e na quantidade adequada, pode garantir um sono reparador — condição em que o indivíduo se recupera totalmente após uma noite bem-dormida. Por isso, para aqueles que sofrem para pegar no sono ou tem dificuldade para levantar da cama, talvez seja interessante repensar os hábitos alimentares incluindo substâncias com poder calmante no horário noturno. A alimentação saudável é um hábito que deve ser adotado ao longo da vida, eliminando substâncias alimentares nocivas e investindo naquelas que propiciam mais nutrição. Os benefícios de quem mantém esse comportamento são notáveis se comparados aos indivíduos que insistem em manter uma vida desregrada nutricionalmente.

Agora que você já aprendeu, cuide do seu corpo, tenha esse carinho com seu organismo e se alimente de maneira saudável.

Veja mais notícias sobre Letícia Musselli.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 29 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection