Quarta, 30 Setembro 2020

Minha vida financeira está uma bagunça, e agora?

As finanças pessoais, representam um aspecto fundamental da vida de todos nós. Se você nunca parou para organizar sua vida financeira, agora é uma ótima oportunidade. Através de ações simples conseguimos estabilizar as finanças, para depois passar para o segundo passo e ser um investidor.
Muitas pessoas fazem o controle dos gastos (marcando receitas e despesas), mas muito mais importante do que isto, é fazer o orçamento doméstico. Mas qual é a diferença? No controle dos gastos, marcamos no final do mês aquilo que já gastamos, e no orçamento doméstico, marcamos a projeção de gastos para o mês seguinte. De nada adianta você marcar um gasto que você já fez, o importante é saber se pode dispor daquele dinheiro antes de gastar efetivamente. Para isso, pegue todas as suas despesas e receitas dos últimos 3 meses, e faça uma planilha (no papel, no excel ou em aplicativos como o Guia Bolso). De um lado coloque as receitas (salário, renda de aluguéis, e outras rendas) e do outro as despesas (aluguel, alimentação, transporte, educação, compras com vestuário, presentes, enfim, tudo o que você gasta) e projete esta planilha para os próximos meses. Ela irá funcionar como uma meta a ser cumprida, o valor deve estar previsto na planilha. Desta forma você terá seu orçamento do mês sempre equilibrado. Mas faça uma análise, de maneira que todo mês tenha alguma sobra, nunca gaste tudo ou mais do que você ganha! Se for preciso faça cortes, eliminando o que não é essencial!
O próximo passo é formar a sua reserva de emergência, aquele dinheiro que usamos nos imprevistos. Se você perdeu sua renda e tem reserva, pôde perceber o tamanho da importância que ela tem. Neste momento, ela o ajudará a pagar seus custos. O ideal é que você tenha 6 meses de seus gastos mensais investidos em aplicação com liquidez (aquela que pode ser resgatada a qualquer momento).
Feita a sua reserva de emergência, é chegada a hora de definir seus objetivos financeiros. Coloque no papel tudo aquilo que você quer realizar. Uma viagem, um curso, ou a compra de um bem. Determine o valor e o prazo. Exemplo, quero fazer uma viagem que custará R$ 1.200,00 daqui um ano, portanto devo poupar R$100,00 por mês. Mantenha-se firme nos seus objetivos, desta forma conseguirá tudo o que planejar!
Estas dicas valem ouro. O levarão à estabilidade financeira. Mas isto exige disciplina, seguir o planejamento traçado é fundamental. As tentações de consumo surgem a todo momento, é preciso se manter focado em seus objetivos.

MARICY MEIRELLES
[email protected]

Veja mais notícias sobre Maricy Meirelles.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 30 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection