Terça, 07 Dezembro 2021

Escritora catarinense fala sobre novo livro

Tais dos Santos, 25 anos, mora em São José – SC, e luta pela voz das mulheres que não são ouvidas. Gosta de ser o 'porta-voz' delas, abordando problemas sociais em seus textos e está ganhando, cada vez mais, apoio de quem saiu de um relacionamento abusivo, "Gosto de me ver como alguém que estende a mão e minha arte como um divisor de águas, quero um exército de mulheres fortes, que sabem o valor que tem", comenta orgulhosa.

A escritora conta que começou a escrever como uma brincadeira, aos 12 anos, quando estava na 6ª série, uma professora propôs um trabalho para que os alunos escrevessem uma poesia, desde aquele dia a escritora se apaixonou pela arte, "Eu gostava de rimar, tanto que trabalhei no cinema e escrevia minhas rimas atrás do panfleto de filmes, mas percebi que isso me aliviava. Me sentia livre de algumas dores sempre que as escrevia, esse propósito foi ficando maior, quando percebi que falar da minha dor, às vezes aliviava a dor de uma outra pessoa, e hoje não falo mais sobre mim, mas sobre todos que se identificam, a poesia é mais sobre quem lê e sente, do que sobre quem escreve", desabafa a escritora.

A catarinense já publicou um livro e está escrevendo o segundo. O primeiro é o 'Epístolas', um livro curto, objetivo, mas cheio de valores. São cartas que não foram entregues, divididas entre capítulos distintos, podendo ser lidos sem uma ordem cronológica e tem como nomes: 'Aos Meus Quase Amores', 'Aos Meus Equívocos' e 'Ao meu eu'. Os títulos dos poemas são as datas em que foram escritas.

O livro que está em construção, se chamará 'OverDOSE de Poesias', "Isso estou contando em primeira mão, serão pequenas doses diárias de poesias, seguindo também a ideia do primeiro livro, sem uma ordem cronológica, é o tipo de livro pra carregar na bolsa, deixar na cabeceira. Serão pequenas doses separadas como: autoestima, autocuidado, amor-próprio, e muitos outros", comenta ansiosa.

Atualmente, seu Instagram conta com 8 mil seguidores e a página do Facebook com mais de 260 mil, tudo conquistado com muito esforço, estudo e dedicação. "Escrevo de forma fácil de ser compreensível, acredito que seria um homicídio a arte, tentar escrever palavras lindas e sequer alcançar a alma de quem está lendo, a poesia não foi feita para parar nos olhos, ela tem que entrar e aquecer o coração de quem lê," finaliza a escritora. O livro pode ser adquirido na Amazon ou no link da editora https://www.autografia.com.br/produto/epistolas/.

Veja mais notícias sobre Entrevistas.

Veja também:

 

Comentários: 1

Ana Souza em Sexta, 19 Novembro 2021 18:25

Ela é maravilhosa. Suas poesias tocam nosso íntimo e nos fazem refletir sobre muitas áreas da vida.

Ela é maravilhosa. Suas poesias tocam nosso íntimo e nos fazem refletir sobre muitas áreas da vida.
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/