Quinta, 26 Novembro 2020

Aline Pagnota e Rinaldo de Paula lado a lado no matrimônio e na música

Para nós é uma imensa alegria de poder emocionar as pessoas através de nosso trabalho - Foto Divulgação

O casal Aline Pagnota de Souza de 38 anos e Rinaldo de Souza Paula de 44 anos, ambos Valinhenses, se encontraram e consolidaram a união matrimonial através da música.

Aline cresceu na Vila Papelão (Rigesa) e está atuando na área desde 2000, enquanto Rinaldo foi criado na Vila Martina (Vera Cruz) e atua como músico desde 1994, ambos foram incentivados pelos pais para seguirem carreira como músicos. E a música está presente também na criação da filha, Isabelle Pagnota, que com a união do casal, aflorou o dom e o talento da pequena, que foi sucesso no programa 'The Voice Kids'.

Em 2012, o casal montou a Escola de Música Musiartium, localizada na Rua Duque de Caxias, 173 – Vila Martina, em Valinhos, oferecendo cursos de violão, guitarra, ukulelê, musicalização infantil, canto, piano, teclado, violino, cavaquinho, contra-baixo elétrico, linguagem e estruturação musical, comcursos presenciais e online. Quem quiser se tornar um aluno pode entrar em contato pelo WhatsApp: (19) 9.9457-7300.

Os brilhantes músicos unidos por amor e pela música, ainda espalham amor em forma de serenata, e o JTV tem orgulho de entrevistar este casal e conhecer um pouco mais desta história.

Como vocês se conheceram e como iniciaram essa parceria de sucesso? (pessoal)

Nos conhecemos através do Alan Pagnota, irmão da Aline. Na ocasião eu (Rinaldo de Paula) estava em uma banda trabalhando com uma cantora de São Paulo e a Aline, que já cantava, estava precisando de um violonista para acompanhá-la em suas apresentações. Em uma academia, Alan comentou sobre ela para mim. Então fizemos alguns ensaios e paralelo à banda na qual eu tocava, intercalava as agendas de shows. "A Aline tinha uma agenda de apresentações recheada e a banda que eu tocava estava passando por momentos de reestruturações e mudança de cidade, então minha prioridade foi a de trabalhar com a Aline".

Quando surgiu o Lado a Lado? E por que do nome?

O nome Lado a Lado surgiu em 2008, por um desejo de queremos dar um nome ao trabalho que estávamos fazendo, e também foi pensado numa forma de gratidão aos nossos espectadores, uma forma de dizer "estamos lado a lado com vocês" que nos prestigiam.

Para vocês o que representa a música?

Para nós, música é literalmente vida! Uma arte muito especial que move o mundo, move as pessoas. Sob vários aspectos, a música tem um papel extremamente importante na vida das pessoas. A música marca épocas, nos trás lembranças, a música quebra barreiras, através dela emociona, ensina, cura, passa mensagens, faz protestos, motiva, enfim, nos parece impossível o ser humano viver sem música. É como disse o filósofo alemão Friederich Nietzsche: "Sem a música, a vida seria um erro".

O casal paramentado para suas apresentações

Qual o momento marcante na vida de vocês frente ao lado profissional?

Tivemos diversos momentos marcantes em nossa vida profissional. Cada episódio guardamos com muito carinho em nossos corações. Alguns dos mais recentes foi um convite da EPTV de fazerem uma matéria sobre as serenatas. Ficou linda a matéria e muito marcante pois fizemos uma serenata para nossos pais. Depois de muitos dias sem vê-los, poder fazer esta surpresa a eles foi muito emocionante e especial.

Como é viver de música neste momento de pandemia?

Nós nos reinventamos. Na vida você precisa ser flexível e não ficar esperando a vida passar. Gosto de uma frase da música de Geraldo Vandré: "quem sabe faz a hora, não espera acontecer".

Pela empresa Lado a Lado, temos dois segmentos diferentes: o das Serenatas e o de Casamentos, em especial cerimônias de casamento. Todos os casamentos que tínhamos agendado desde março foram remarcados e agendados para datas futuras. Por outro lado, as serenatas tiveram seu lugar ao sol. Muitas pessoas que deixaram de ter contato com seus amigos, pais, parentes fizeram suas homenagens e ofertas de carinho através de uma das formas mais belas e singela: através da música, mas especialmente através das nossas serenatas.

Vocês se reinventaram desde o início da quarentena. Fale dos projetos de vocês e o modo que inventaram para levar música de qualidade para casa das pessoas?

Além das tradicionais serenatas presenciais, há anos já oferecíamos as opções de serenatas por ligação telefônica, por vídeo gravado (como um telegrama musical) e por vídeo chamada (por exemplo usando o WhatsApp ou Skype, ou Zoom). Porém essa opção era raro das pessoas escolherem.

Com o isolamento social houve um "resgate" dessas opções e muitas pessoas começaram a enviar sua mensagem de amor através de vídeos gravados ou por vídeo chamadas. E por este modo, tivemos a honra de espalhar ainda mais amor impactando a vida de pessoas até fora do país! Fizemos serenatas para pessoas da Itália, Espanha, Portugal e Estados Unidos!

As serenatas presenciais também continuam e as fazemos com todos os cuidados necessários. Temos feito serenatas presenciais pela região e também em São Paulo em casas, edifícios e condomínios.

Como surgiu a ideia de retomarem as antigas serenatas? E como tem sido essa experiência?

Inspirados nas histórias dos seresteiros valinhenses como por exemplo o saudoso músico Vicente Musselli, o pai da Aline José Maria Pagnota, e meu avô José Jesus Parnayba; começamos de forma despretensiosa começar a cantar nas janelas de nossos pais e amigos. Depois começaram alguns convites para tocar e cantar para alguns amigos oferecendo serenatas para seus pais ou amores.
Desde então começamos a nos aprofundar nas histórias da serenata e em especial nos anos de 1920 e 1930 que foi a época de ouro das serenatas no Brasil. Então a partir daí começamos a nos caracterizar com roupas de época, o que deixa as serenatas ainda mais especiais.

E aí estamos nós, levando amor através da música para muitas pessoas pelos mais diversos motivos: aniversários, uma data especial, bodas, por saudades, fizemos até participação em "Charreatas" (uma forma de chá de bebê porém com pessoas nos carros passando para deixar seus presentes para o casal que vai ter um bebê), fizemos parte também de Chá Revelação virtual. Enfim, foram e estamos tendo diversas formas de impactar pessoas através da música, em especial através das serenatas em seus mais novos e diferentes formatos.
E claro, para nós é uma imensa alegria de poder emocionar as pessoas através de nosso trabalho.

Fale um pouco do trabalho de vocês. Como as pessoas podem acompanhar este belíssimo trabalho e contratarem as serenatas?

Muitos registros de serenatas (e casamentos também) estão em nossas redes sociais e em nosso site. Quem quiser dedicar um tempo para conhecer e nos seguir nas redes sociais ficaremos muito gratos e felizes!

  • No Instagram e no Facebook estamos em @ladoaladoaovivo
  • No Yotube: youtube.com/ladoaladoaovivo
  • Nosso site: ladoaladoaovivo.com.br
  • E-mail: [email protected]
  • E nosso canal de atendimento via WhatsApp: (19) 9.9111-5866
  • Será uma enorme alegria e uma honra poder atender a vocês!

Veja mais notícias sobre Entrevistas.

Veja também:

 

Comentários: 1

Rinaldo em Sábado, 11 Julho 2020 08:08

Que lindo!!!

Que lindo!!!
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection