Terça, 18 Janeiro 2022

Valinhos terá a 1ª Marcha Zumbi dos Palmares no Dia da Consciência Negra

Em entrevista para o Jornal Terceira Visão, Josué Roupinha Junior, jornalista e ativista pelos direitos de igualdade racial, conta que no dia 20 de novembro, a partir das 9h, na Praça Zumbi dos Palmares, no bairro Bom Retiro II, acontecerá a concentração da 1ª Marcha Zumbi dos Palmares de Valinhos. Contará com a participação do bloco "Bloquete" de Vinhedo e a apresentação de grupo de capoeira. A partir das 9h30 a caminhada segue em Marcha até a Prefeitura Municipal de Valinhos. "A Marcha Zumbi dos Palmares já existe em outras cidades há alguns anos, como em Campinas por exemplo. Daí tive a ideia de realizar a 1ª Marcha Zumbi dos Palmares aqui em Valinhos também. Falei com o Jonatas Caxambu, que é um militante negro de Valinhos, e começamos a nos organizar para realizar essa ação", explica Josué.

Quem está por trás da Marcha?

Temos um grupo de WhatsApp com pessoas que se interessaram em ajudar na organização da Marcha e também pessoas que estarão presentes no dia 20 de Novembro. Estamos com diversos apoios de movimentos sociais, inclusive do Movimento Negro de Vinhedo. Por enquanto a nossa divulgação está sendo nas redes sociais e nos jornais da cidade - inclusive quero agradecer ao Jornal Terceira Visão por sempre deixar um espaço aberto para essas questões. E se quem estiver lendo quiser participar, ajudar com qualquer tipo de apoio, o meu WhatsApp é (19) 99191-2000. É só me chamar, que insiro a pessoa no grupo de mobilização.

Qual o objetivo desta ação?

Precisamos ocupar todos os espaços, ruas, esquinas, espaços de Poder… E a Marcha vem justamente nesse sentido, de mostrar que Valinhos tem sim movimento negro, tem sim pessoas antirracistas e que nós vamos ocupar todas as ruas e reivindicar justiça social. Não é uma luta de negros contra brancos, mas sim uma luta por justiça e por espaço de representatividade.

Acredita que iniciativas como esta ajudam a sociedade de Valinhos a evoluir na luta contra o preconceito racial?

Com certeza. Precisamos inserir na agenda de Valinhos a luta contra o racismo, a LGBTfobia, o machismo, a xenofobia, a intolerância religiosa… E trazer estes assuntos mexem com a estrutura da sociedade e pressionam o Poder Público a tomar medidas que minimizem o impacto do racismo estrutural em que vivemos. A Marcha é de extrema importância para mostrar que Valinhos tem sim vozes ativas contra qualquer tipo de discriminação ou preconceito. 

Veja mais notícias sobre Entrevistas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 18 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/