Quinta, 26 Novembro 2020

Vereador Popó volta aos trabalhos presenciais na Câmara Municipal

O vereador estava afastado das sessões da Câmara nos últimos tempos, e retornou nesta terça-feira (30)

Popó você retomou seus trabalhos no dia 06 de abril deste ano, depois de ficar quase dois anos como Secretário de Desenvolvimento Econômico do município. Fale como foi a experiência enquanto secretario junto a atual administração?

Excelente pergunta, Márcia, em tempo, agradeço a oportunidade. A experiência à frente da Secretaria e Desenvolvimento Econômico é carga positiva a minha bagagem que cumula experiências anteriores no executivo, aos mandatos legislativos, às pós graduações com foco em Direito Municipal, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Eleitoral e finalizando Gestão Pública, sobre a graduação jurídica e o elo estreito com as esferas estaduais e federais. Diante da oportunidade me vi em condições de devolver CONHECIMENTO a nossa cidade, à cidade que meus familiares ajudaram a moldar, PRÓ DESENVOLVIMENTO.

Quais as principais ações desempenhadas enquanto secretario da pasta?

Das ações mais divulgadas nas mídias relembro: a implantação do Via Rápida Empresas, licenciamento que reduziu o tempo para abertura de novos negócios para o máximo de seis dias, os destraves de emendas parlamentares e a atração de novos recursos via departamento de convênios, a implantação da Casa do Empreendedor, frente ao crescente movimento empreendedor que reúne no mesmo local o Banco do Povo, o SEBRAE Aqui, a agricultura, o Turismo, o Via Rápida Empresas, a Unidade Descentralizada da JUCESP e o PAT Valinhos, entre outras conquistas e legados pró desenvolvimento.

Os objetivos propostos foram atingidos e deixei o legado de minha história familiar (Vieira Braga e Fagnani), novamente, escrito na história administrativa de Valinhos. Que venham as próximas missões, em prol ao desenvolvimento de Valinhos e aos valinhenses!

O vereador estava afastado das sessões da Câmara nos últimos tempos, e retornou nesta terça-feira (30). O que aconteceu neste período?

Dias antes de me desvincular da Prefeitura fraturei o joelho, a cirurgia exitosa ocorreu durante a pandemia e dela ganhei uma placa, alguns pinos, que me deixaram mais forte que o Hulk, e a obrigatoriedade do isolamento. Inquieto, fui obrigado a despachar de casa, trabalhar remotamente, assim como também orientou a OMS e governos, em razão da pandemia, às pessoas tidas como grupos de risco. Inclusive, o Ato nº 10, de 27 de abril de 2.020, autoria da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Valinhos, que estabelece novas medidas temporárias para fins de prevenção à infecção e à propagação do COVID-19 no âmbito da Câmara Municipal de Valinhos, inclui as pessoas com deficiência no referido rol, no §2ºdo art. 3º.

Ativo que sou, em geral, de total mobilidade com a minha cadeira de rodas, me vi impaciente, foram dias difíceis pela minha inquietude, mas ainda ciente que precisava cuidar também da boa recuperação pós cirúrgica, agilizei as reuniões por meio de vídeo, meu local de estudos se tornou meu 'gabinete em casa",despachei de casa com todos os cuidados sanitários, fui representado externamente pela minha equipe de gabinete, aos quais sempre agradeço pelos desdobramentos. Todas as demandas ativas e passivas foram acolhidas e tramitadas. Cada um dos munícipes que a nós recorreu, via diversos meios, foi atendido na plenitude das atribuições legislativas. Destaco que o munícipe, há algum tempo, passou a privilegiar o aplicativo Whatsapp para contatos, plantão 7/24, sete dias por semana, vinte e quatro horas no ar. As pontes com o Executivo seguiram, também orientadas pela pandemia, por meios eletrônicos. As proposituras, já seguem eletrônicas e assim, também, terminei mais uma pós graduação.

Por que voltei às sessões se faço parte do grupo de risco? Porque minha tal inquietude falou mais alto, a imunidade também foi fortalecida, as pessoas e os próprios estão mais cientes, digo experientes, novos equipamentos e produtos sanitizantes estão a minha disposição para manter a minha cadeira (o sapato) higienizada. Como todos, vou manter as medidas orientadas pela OMS. Caso a situação se agrave, posso reconsiderar, mas hoje convivo com o "novo normal", parte na rua, parte em home office.

Enquanto estava afastado o vereador continuava legislando à distância. Quais os principais feitos nesta retomada? Não me afastei das atividades, eu me adaptei em razão, da cirurgia e da pandemia "COVID-19", as atividades se mantiveram, excetuando a presença às sessões severamente acompanhadas via TV Câmara com, extra-oficiais comentários via meios eletrônicos. No período destaco as várias pontes para as crises fomentadas pela COVID-19, nas arestas da saúde e da economia, principalmente. Todos os atendimentos foram conciliados, via caminhos legais disponibilizadas pelos respectivos órgãos, por meios eletrônicos ou presencialmente via assessores, Daniel, Fernanda e Ulisses. De igual maneira, as atividades fiscalizadoras seguiram. Na esfera do "legislar" me dediquei com mais foco nos estudos, na propositura de fato, na consulta pública e agora na lapidação do Projeto de Lei de minha autoria que dispõe sobre a comercialização de comidas e de bebidas por veículos denominados "food trucks", em áreas privadas, no município de Valinhos e dá outras providências. Estamos orientando pequenas alterações em razão da consulta pública, logo mais, devendo ser levado para a votação em Plenária.

Veja mais notícias sobre Entrevistas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection