Quinta, 22 Abril 2021

43% de todos os testes do tipo RT-PCR realizados em março no Estado de São Paulo deram positivo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de positividade deste tipo de teste deve ficar abaixo de 5% para controlar a pandemia - Freepik

O número de testes de Covid-19 do tipo RT-PCR realizados no estado de São Paulo no mês de março foi o maior de toda a pandemia. Em média, foram 13.603 exames do tipo feitos por dia, considerando dados da rede pública e particular. A taxa de positividade dos testes também bateu recorde: 43% dos exames feitos resultaram positivo.

O teste de Covid-19 do tipo RT-PCR detecta a presença do vírus no organismo e, por isso, é usado para identificar casos ativos da doença. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de positividade deste tipo de teste deve ficar abaixo de 5% para controlar a pandemia.

No entanto, isso só acontece quando a vigilância sanitária testa os contactantes das pessoas infectadas. Assim, esses contactantes – que podem ainda estar na fase assintomática da Covid-19 – são isolados e impedidos de transmitir o coronavírus.

Em São Paulo, o índice de testes positivos é grande porque a vigilância sanitária só testa pessoas com sintomas do novo coronavírus, segundo Lorena Barbéria, professora de ciência política da Universidade de São Paulo.

Mesmo superior a 13 mil testes diários em março, a testagem no estado de São Paulo ainda é menor do que a capacidade instalada. Segundo a última atualização do governo, de 23 de março, a plataforma de laboratórios tem capacidade de realizar 17.394 testes por dia.

Fonte G1

Veja mais notícias sobre Nacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 23 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection