Quinta, 02 Dezembro 2021

Governo de SP autoriza aplicar 2ª dose de Pfizer em grávidas que tomaram a AstraZeneca

Grávida tomando vacina - Reprodução
O governo de São Paulo autorizou que os municípios do estado apliquem uma dose de vacina da Pfizer em gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filho recentemente) que tomaram a primeira dose da vacina AstraZeneca para completar a imunização. O anúncio foi feito hoje pelo vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi.

Segundo a coordenadora geral do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, o grupo poderá tomar a segunda dose de vacina a partir desta sexta-feira (23). De acordo com ela, a ação é sustentada por estudos científicos que comprovam a eficácia de combinar as duas vacinas. Em junho, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou a mesma estratégia. Após a coletiva, em conversa com jornalistas, Regiane de Paula afirmou que as mulheres também deverão assinar um "termo de ciência" para se vacinarem. Ela negou que o documento seja um "termo de responsabilidade", pois sua função será apenas registrar a data e a marca da vacina aplicada.

Ela orienta que grávidas e puérperas façam uma consulta com seus respectivos ginecologistas para tratar da segunda dose. "Vá a uma unidade básica de saúde. Primeiro, converse com seu ginecologista, cada gestante é um caso", afirmou. A medida contraria a orientação do Ministério da Saúde, que vetou a intercambialidade —primeira dose de um fabricante a segunda de outro.

Fonte: UOL

Veja mais notícias sobre Nacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 02 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/