Sábado, 24 Julho 2021

Ed Trombetta fala sobre o cultivo de frutas e apoio da Associação Agrícola de Valinhos

O Dia do Trabalhador Rural é comemorado anualmente dia 25 de Maio no Brasil. A data homenageia todas as pessoas que trabalham nas zonas rurais, campos, fazendas como lavradores, agricultores, cuidadores de animais, etc.

Valinhos se destaca no panorama paulista por seu parque manufatureiro e pela produção de figos em grande escala, como é conhecido, cidade do Figo Roxo. A atividade agrícola do município, aliás, está quase que inteiramente voltada para a fruticultura.

Além da produção de figos, que lhe permite com grande vantagem a posição de primeiro produtor do País, Valinhos relaciona, em suas culturas agrícolas, uva, maçã, pêra, banana, laranja, limão, manga, abacaxi e abacate. Valinhos produz cerca de 4 mil toneladas, em aproximadamente 230 hectares. A exportação do fruto atende a modernas técnicas de seleção e embalagem e atinge uma área que cobre diversas unidades da federação.

Para lembrarmos dessa produção tão valiosa para nosso município, conversamos com Edmilson Trombetta, conhecido como Ed Trombetta, fruticultor e trabalhador rural de Valinhos.

Filho do produtor, Pedro Trombetta, deu seguimento à tradição do trabalho na área rural, envolvido com agricultura, começando por volta de 1985. Atualmente, Ed possui suas propriedades rurais onde cultiva frutas.

O fruticultor conta que atualmente produz o tradicional figo roxo, caqui rama forte (possui coloração avermelhada que se assemelha ao tomate, confundindo muita gente. Tem polpa com consistência gelatinosa, menos ácida e rica em amido e frutose) e também pêssegos.

O figo roxo tem alto poder antioxidante, por meio dos flavonoides, como a quercetina e a catequina, e também dos ácidos fenólicos, como o ácido gálico. Mas não é só isso, o figo ainda é fonte de vitaminas A, B1, B2, K, E, além dos minerais, cálcio, ferro, fósforo e potássio.

Edmilson, que é sócio proprietário e administra as propriedades e vendas, contou que em 2021, assim como em 2020, os produtores de Valinhos e também de todas as regiões, tiveram que fazer algumas adequações, mas que todos estão se cuidando.

"Faço parte da Associação Agrícola de Valinhos e região, e também do Sindicato Rural de Valinhos. Sobre a ajuda de outros produtores, é difícil, é uma classe que não é unida. Hoje nós produtores de Valinhos e região, devemos muito a associação, e não fosse ela não sei o que seria de nós... É pior para os pequenos produtores, porque é através dela que ainda conseguimos compras insumos e defensivos agrícolas com bons preços", explica Ed Trombetta.

Nosso município tem muita força na agricultura, "Valinhos tem muito potencial, mas pouco ajudado pelas autoridades e políticos em gestões passadas... Sobre a atual gestão, ainda não tenho opinião... Espero que seja melhor q anterior".

Sobre as mudanças, o fruticultor espera que a Prefeitura através da prefeita Lucimara Godoy, apoie a Associação Agrícola para que ela possa ajudar os produtores de Valinhos.

"Quanto à captação de renda, cada um se vira nos trinta para tentar comprar bem para abater um pouco as despesas. Se tiver qualidade, hoje a fruta se vende sozinha, quer dizer qualidade não quantidade. Agora no inverno, eu particularmente prefiro tratar e podar o cultivo para a próxima safra e fico sem vender por um tempo".

Veja mais notícias sobre Valinhos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 25 Julho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/