Quinta, 26 Novembro 2020

Novo protocolo prevê testes para covid após 14 dias de sintomas

foto divulgação

A Secretaria de Saúde de Valinhos alterou, por recomendação do Governo do Estado, os procedimentos de coleta de exames de teste rápido para confirmar a contaminação por coronavírus. Nesta quarta-feira (15), profissionais do Centro de Apoio e Triagem para a Covid-19 e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) receberam orientações sobre os novos procedimentos.

A partir desta semana, a realização do teste rápido é feita em pacientes que têm sintomas de covid-19, no 14º dia após o início dos sintomas. O paciente deve se enquadrar nesses dois critérios. Antes o teste era feito a partir do 8º dia após o início dos sintomas.

A coleta de swab para o exame RT/PCR continua sendo feita a partir do terceiro dia de sintomas. O paciente deve apresentar sintomas, precisa estar dentro do grupo de fator de risco e a coleta ocorre entre o 3º e 7º dia após o início dos sintomas. A coleta de swab também é feita em caso de óbitos suspeitos.

A Secretaria de Saúde informou que a mudança no teste rápido foi adotada para adequar os exames à resposta do sistema imunológico, que pode levar até oito dias para criar anticorpos contra o vírus, e o resultado é mais garantido quando a coleta é feita no 14º dia após o início dos sintomas.

A coleta de teste rápido e do swab é feita no Centro de Apoio, instalado no prédio do Centro de Especialidades de Valinhos (CEV) 1. O resultado é conhecido em 24 horas. Na UPA são feitas coletas de swab, com resultados divulgados a partir de 8 dias.

O grupo de fator de risco inclui profissionais de saúde, de segurança pública, de funerárias, idosos, pacientes com cardiopatia, pneumopatia, de doença neurológica, de doenças renais crônicas, diabéticos, obesos, portadores de doença cromossômica, gestantes, população em vulnerabilidade social e casos suspeitos em instituições fechadas.

Dados

Desde o início do funcionamento do Centro de Apoio, no CEV 1, no dia 2 de julho, até está quinta-feira foram atendidos no local 896 pacientes, média de 89 pacientes por dia. Desses, 405 passaram por consultas médicas e 314 realizaram testes rápidos, com 121 resultados positivos, 38% dos testados. O Centro de Apoio também coletou 39 swabs.

Serviço

O Centro de Apoio (Avenida dos Esportes, 335) realiza as coletas dos exames de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h. Na UPA, a coleta de swab é feita 24 horas por dia.

Casos

Nesta quinta-feira, Valinhos soma 1.029 casos positivos de coronavírus e 49 mortes. A taxa de ocupação de leitos de UTI se mantém alta, de 81%, sendo que a Santa Casa, que atende pelo SUS, tem 94% dos leitos ocupados.

Os números desta quinta-feira reforçam a tendência de aceleração da curva de casos positivos desde o final de maio em Valinhos, quando eram 174 os casos confirmados. Apenas nos 16 primeiros dias de julho, foram 347 casos e 23 mortes.

Com base nos dados, a Vigilância Sanitária mantém o alerta de que a doença atingiu fase crítica na cidade e apela para que a população respeite o isolamento, reduza a circulação pelas ruas e faça sua parte para a contenção da doença.

Com casos em alta e leitos de hospitais sobrecarregados, o Governo do Estado anunciou na última sexta-feira que toda a região de Campinas se mantém na fase vermelha do Plano São Paulo. Assim, Valinhos e todos os municípios da região terão que manter fechados os estabelecimentos de comércio e serviços não essenciais nesta semana.

Veja mais notícias sobre Valinhos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection