Quinta, 22 Abril 2021

Prefeitura de Valinhos divulga nota sobre o Decreto da Fase Vermelha, na cidade, a partir desta sexta-feira

Os 2 hospitais da cidade, há meses, tem ocupação de 100% nas UTI´s ( 38 leitos), e em alguns dias até ultrapassando a marca de 100% de pacientes - Foto FreePik

A Prefeitura de Valinhos esclarece que todas as decisões referentes à antecipação da Fase Vermelha, na cidade, estão sustentadas em índices da Saúde e solicitações dos gestores e profissionais que atendem os casos de Covid na cidade. Infelizmente, o cenário é triste e preocupante.

Os 2 hospitais da cidade, há meses, tem ocupação de 100% nas UTI´s ( 38 leitos), e em alguns dias até ultrapassando a marca de 100% de pacientes. Ainda, os leitos de enfermaria dos 2 hospitais também tem apresentado ocupação máxima. A Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, na qual foram criados 6 novos leitos de enfermaria, também chegou na quarta-feira desta semana a 100% de ocupação dos leitos de Covid.

O consumo de oxigênio nos respiradores tem aumentado consideravelmente e já há preocupação com o fornecimento dos mesmos. Utilizávamos uma média de 20 a 24 cilindros de 10m³, por semana. Desde o dia 1º de março, aumentou para 32 cilindros de 10 m³ diários, ou seja, um aumento de 1000% até no consumo diário.

Se não houver, de forma imediata, uma redução no índice de contágio, a cidade corre o risco de ficar sem oxigênio mediante o aumento de pessoas internadas em Valinhos e em todas as cidades do Estado, que pode levar ao colapso total do sistema de saúde.

Não se trata de decisão fácil.

A Prefeitura entende e compreende a importância de todos os setores, comércio, restaurantes, escolas e igrejas.

Contudo, não queremos contar histórias tristes de óbitos de crianças, jovens, adultos e idosos pelo avanço da Epidemia em todo o Brasil e em nossa cidade.

Queremos salvar vidas de valinhenses, e este é o nosso objetivo principal.

Assessoria de imprensa da Prefeitura de Valinhos


Veja mais notícias sobre Valinhos.

Veja também:

 

Comentários: 3

Marcelo Silva em Sexta, 05 Março 2021 07:08

Muita gente que "apresenta sintomas" está abusando da rede pública só pra conseguir atestados médicos e ficar em casa na moleza... Outro ponto que ajudaria bastante é não fazer o paciente ter que ir 7 vezes à UPA para só aí receber um diagnóstico. Existem outras frentes a serem atacadas pra reduzir o inchaço do sistema...

Muita gente que "apresenta sintomas" está abusando da rede pública só pra conseguir atestados médicos e ficar em casa na moleza... Outro ponto que ajudaria bastante é não fazer o paciente ter que ir 7 vezes à UPA para só aí receber um diagnóstico. Existem outras frentes a serem atacadas pra reduzir o inchaço do sistema...
José Carlos Buzanelli em Sábado, 06 Março 2021 18:50

Não adianta fechar o comércio em geral ou seja não fechar a cidade toda se os ônibus ficam sempre lotados nos horários de pico

Não adianta fechar o comércio em geral ou seja não fechar a cidade toda se os ônibus ficam sempre lotados nos horários de pico
ELIAS S DE OLIVEIRA em Segunda, 08 Março 2021 12:41

Senhor Buzanelli, concordo plenamente.
É o que comentei com minha esposa ao ver reportagens mostrando transportes públicos abarrotados de pessoas tendo contato físico, com máscaras no queixo... Outros fatos como reuniões com familiares, parentes e amigos para festejar algo. A PANDEMIA NÃO ACABARÁ SE O POVO NÃO CAIR NA CONSCIÊNCIA DA IMPORTÂNCIA DE OBSERVAR OS PROTOCOLOS ESTABELECIDOS PARA A NÃO PROPAGAÇÃO DA PRAGA.

Senhor Buzanelli, concordo plenamente. É o que comentei com minha esposa ao ver reportagens mostrando transportes públicos abarrotados de pessoas tendo contato físico, com máscaras no queixo... Outros fatos como reuniões com familiares, parentes e amigos para festejar algo. A PANDEMIA NÃO ACABARÁ SE O POVO NÃO CAIR NA CONSCIÊNCIA DA IMPORTÂNCIA DE OBSERVAR OS PROTOCOLOS ESTABELECIDOS PARA A NÃO PROPAGAÇÃO DA PRAGA.
Visitante
Sexta, 23 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://jtv.com.br/

No Internet Connection