Mercado de transferências movimenta o Guarani antes da estreia na Série B

Saídas e possíveis contratações agitam o elenco bugrino a poucos dias do início da competição

O Guarani enfrenta uma fase de mudanças significativas em seu elenco às vésperas da estreia na Série B do Campeonato Brasileiro. A saída do lateral-esquerdo Helder para o Remo representa mais uma baixa no time, que já viu seis jogadores deixarem o plantel nesta temporada. Com a proximidade da competição, a diretoria agora se vê em busca de reforços, especialmente para o setor ofensivo.

Helder, que chegou ao Guarani no final de 2023, optou por uma proposta do Remo e deixou o clube, tornando-se o sexto jogador a sair durante esta temporada. Essa perda acrescenta uma nova urgência à busca por jogadores, especialmente um lateral-esquerdo, além da necessidade de reforçar o ataque.

O técnico Claudinei Oliveira, que recentemente trouxe Jefferson para a posição de lateral-esquerdo, agora se vê com apenas duas opções para o setor. A janela de transferências permanece aberta até sexta-feira, e o clube está correndo para encontrar soluções antes do prazo final.

Além das mudanças na defesa, o ataque também passa por alterações. O Bugre estaria negociando a contratação de Getúlio, jogador que recentemente perdeu espaço no Goiás. A chegada de Getúlio, com sua altura de 1,87m, ajudaria a suprir a falta de opções de estatura no ataque, uma vez que Derek, Gabriel Santos e o lesionado Bruno Mendes deixaram o clube.

A estreia do Guarani na Série B está marcada para segunda-feira contra o Vila Nova, em Goiânia. A equipe busca se preparar da melhor forma possível, com algumas incertezas ainda pairando sobre o elenco. A expectativa é que a equipe se ajuste rapidamente para enfrentar os desafios que a competição trará.

Leia anterior

Debate sobre cigarro eletrônico é adiado pela Anvisa para sexta-feira

Leia a seguir

Epidemia de Dengue em Campinas Afeta Estoque de Sangue